Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Internet-Expo 2004 mostra otimismo

3,6 milhões de suíços utilizam a Internet (foto: www.internet-expo.ch)

Abrem as portas Internet-Expo 2004, a mais importante feira dedicada à Internet e tecnologias de informação na Suíça.

Maioria dos 340 expositores é de pequenas empresas. Apesar do otimismo generalizado, espaços vazios mostram que mercado voltou à realidade. Evento encerra na sexta-feira.

Até mesmo os organizadores reconhecem que as grandes expectativas em relação à Internet ainda não se cumpriram.

“A decepção está relacionada a um erro: muitas empresas acreditavam que a Internet seria um novo canal de vendas que possibilitaria um aumento exponencial do faturamento e a conquistas de mercados distantes”, explica Giancarlo Palmisani, diretor da Internet-Expo.

O fracasso da chamada “New Economy” se reflete nos corredores do pavilhão de exposições em Zurique, onde foi aberta na quarta-feira a Internet-Expo 2004, o mais importante evento na Suíça no setor de informática.

340 expositores participam da feira, um número que se manteve constante em relação ao ano passado. Porém muitas grandes empresas como Microsoft ou a Bluewin não estão presentes. Também o espaço físico diminuiu de nove mil para 8.100 metros quadrados.

Estantes coletivos

Ao contrário dos anos passados, os estandes agora são menores, mais discretos e muitas vezes coletivos, como o do “Instituto para Jovens Empresas” (IFJ, na sigla em alemão), que abriga 28 pequenas empresas suíças.

“Em grande parte elas têm não mais do que um ano de existência, porém muitas já são extremamente lucrativas. Nós mostramos apenas que existem muitos projetos concretos na Internet. O clima agora é de otimismo”, ressalta Roman Balzan, do Instituto para Jovens Empresas”.

Uma das pequenas empresas presentes no estande coletivo é a 24translate, um escritório de traduções on-line.

Criada em abril de 2002 em St. Gallen pelo ex-esquiador profissional Luca Vidi, 27 anos, a pequena empresa já tem três funcionários, um faturamento de um milhão de francos e oferece, via Internet, os serviços de tradução de 900 tradutores espalhados pelo mundo.

“Apesar do ceticismo ser grande no setor da Internet, consegui convencer os bancos a emprestar dinheiro para a realização da minha idéia. Na verdade, eles viram que o negócio de tradução on-line é uma atividade de futuro”.

Karaokê no celular

A Internet-Expo é voltada, sobretudo, para um público especializado e oferece poucas novidades para o consumidor. A mais curiosa delas é um serviço de karaokê para celulares.

A Internet tem se tornado cada vez mais popular na Suíça. A entrada de novas empresas no mercado de comunicação promoveu um aumento considerável no número de acesso rápido à rede. Segundo um estudo da empresa de pesquisas de marketing na mídia WEMF, 3,6 milhões de suíços utilizaram a Internet em 2003. O número corresponde a 63,2% da população do país.

swissinfo, Alexander Thoele


Links

×