Navigation

Janela n°15: cantão de Solothurn

Onur Dinc

Paredes em todo o mundo levam sua assinatura, mas seu trabalho continua pouco conhecido na Suíça. Apresentamos Onur Dinc.

Este conteúdo foi publicado em 15. dezembro 2020 - 09:00

Berlim, Budapeste, Nova York, Montreal. O artista de Solothurn, Onur Dinc, tem uma infinidade de projetos internacionais em sua biografia. OnurLink externo - um pseudônimo - é mais conhecido por seus murais. E quanto maiores as paredes, melhor. Onur é particularmente apaixonado por pintura em superfícies de vários andares. Tanto que uma de suas ferramentas fundamentais de trabalho é o guindaste.

"Na Suíça, esta forma de arte ainda é parecida com o graffiti e é desprezada, mas no exterior algumas cidades estão ficando famosas por causa dessas obras", disse ele em uma entrevista ao jornal Solothurner Zeitung. Todos os anos ele cria entre seis e sete obras de arte mural ao redor do mundo. O próprio Onur descreve esta arte como afresco moderno.

O artista de origem turca faz parte da cena foto-realista. Onur cresceu em Zuchwil, no cantão de Solothurn, na Suíça. Após deixar a escola, ele se formou como pintor e depois fez um aprendizado como cenografista de teatro em Solothurn. Ele trabalha como artista freelancer desde 2008.

De acordo com suas próprias declarações, sua fonte de inspiração é sua irmã mais velha. Quando criança, ele a admirava e tentava pintar como ela. Hoje ela não pinta mais, mas um de seus quadrosLink externo, que ela produziu aos 16 anos de idade, está pendurado no apartamento de Onur, em Berlim.

Veja neste vídeo o artista em ação:

Conteúdo externo


A arte em todos os seus estados

Este ano, a SWI swissinfo.ch decidiu dedicar seu Calendário de Advento ao mundo da cultura - e à cultura suíça em particular. Concertos cancelados, museus fechados, apresentações proibidas - a crise do coronavírus atingiu duramente os artistas em todos os campos.

A fim de apoiá-los à nossa maneira e permitir que você descubra seus mundos encantados e variados, lhes convidamos a abrir uma nova janela a cada dia, que revelará uma personalidade particular. Alguns são mais populares do que outros, mas todos têm em comum que são contemporâneos e reconhecidos internacionalmente em sua arte.

Siga-nos durante o mês de dezembro e conheça aqui uma rapper do Valais, um dançarino da Basileia, um escritor da Thurgau (Turgóvia), um trompetista de Friburgo...

E é bom lembrar: nossa seleção não tem a intenção de apresentar "o melhor" da arte suíça. Nós simplesmente desejamos oferecer a você uma paleta o mais rica possível. E esteja à vontade para nos apresentar ou recomendar novos artistas de sua preferência.  👇

End of insertion



Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.