Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Lado moderno da Suíça é apresentado em Milão

Entrada da Feira Internacional de Móveis em Milão.

O Salão Internacional do Móvel montou casa em Milão e abriu os seus portões para os lançamentos e as idéias de designers do mundo inteiro.

Durante seis dias a cidade italiana se torna o centro das atenções de arquitetos,decoradores, lojistas e consumidores.

Ela é a principal vitrine dos móveis de casa e de escritório. E, mais uma vez, não decepcionou ao mostrar com quantas matérias-primas e formas diferentes se fazem cadeiras, estantes, mesas e outros produtos.

A Suíça marcou presença em todos os eventos e setores, nos principais e nos colaterais, montados na moderna feira de Rho e nos espaços culturais espalhados por Milão.

Novos talentos

O maior evento internacional de design dedicou, como sempre, uma atenção especial para os estudantes e talentos ainda desconhecidos. O Salão Satélite é uma espécie de laboratório onde se imagina a casa do futuro designer. Dele participaram cinco representantes helvéticos, em meio a uma legião estrangeira de 570 designers e 24 escolas de 38 países.

Eles apresentaram protótipos de idéias que poderão ser aproveitadas pela indústria. Os seus cartões de visita são, justamente, a vontade de inovar e o desejo de melhorar a qualidade de vida do consumidor, quer no campo físico e no aspecto psicológico.

A dupla de suíças Lovis Caputo e Sarah Kueng trouxe um "Hotel" para hospedar os visitantes cansados do burburinho da vida estressada de cada dia. "Pensamos em algo que pudesse isolar a pessoa do mundo a sua volta. Ela entra aqui e pode relaxar, na penumbra do quarto ou diante do cenário da janela", explica Sarah Kueng mostrando um caixote de papelão aberto no chão do pequeno stand.

No interior da "suíte" Italian Lover, se vê um gatinho, a silhueta de uma bela banhista, um drink, tudo recortado em papelão e imerso numa luz rosa, criando uma atmosfera surrealista e íntima. Outras três suítes estão à disposição do publico e prontas para serem montadas num piscar de olhos: "Clássico Romântico", "Bosque no Hawai" e "Sonhos das Crianças".

Já os suíços do myminigolf.com, reinventaram a roda quando propuseram o golfe tradicional numa versão de bolso. O conjunto "Golfe, 9 buracos", tem 13 obstáculos diferentes criados em plástico injetado, duas bolinhas e um taco. Muitos curiosos não resistiram a experimentar o golfe pela primeira vez no campo montado no stand. Mas ele pode ser montando em qualquer tipo de chão, dentro ou fora de casa ou do escritório.

Nove artistas

O design chega invadindo fronteiras, abatendo barreiras, redesenhando e propondo novas leituras e usos do espaço.

Depois da exibição no Mudac, na Suíça, na Sala Vinçon, na Espanha, Inout continua a servir de plataforma para o lançamento de novos talentos. "Desta vez, com nove jovens artistas - antes eram doze - apresentamos o resultado concreto em alumínio de estudos de novos objetos para o interior da casa. Eles foram selecionados a partir de vinte e oito. Para registrar as pecas em fotografia incluímos um elemento para realçar as propostas", explica Francisco Torres, curador do espaço ao apontar um homem todo vestido de branco tocando os objetos pintados de preto. "Juntos, eles formam uma coleção. Ela vai ser produzida em edição limitada", avisa Torres.

Todos eles têm como origem uma folha de alumínio com um metro quadrado de área. A criatividade de cada um dos designers, cinco de Lausanne e um de Londres, deu vida a uma luminária, a um candelabro, a um cesto de papel, a duas mesinhas de centro com formas bem diferentes uma da outra, um jogo de duas prateleiras.

Empresas suíças

Do Salão Satélite, com propostas para o amanhã, podem-se ver aqueles projetos de ontem em linha de produção hoje. A mostra "A dream come true" é como se fosse uma suíte. Esta exposição apresenta algumas das idéias que deram certo nos últimos dez anos e acabaram sendo "compradas" pela indústria do design. Uma delas é a Table Chest, de Tomoko Azumi, e produzida pela suíça Röthlisberger.

A própria Röthlisberger, junto com De Sede, Vitra, Trinatura, além das Thut Möbel, Jutzler AG, Hüesler Nest foram as empresas suíças que mostraram ao mundo as suas novidades. De colchões a estantes, de mesas a armários, todos eles trazem a marca da precisão e da alta qualidade dos produtos dos cantões helvéticos. A união da imaginação do artesão com a capacidade industrial traz para o mercado a resposta suíça às necessidades do consumidor moderno.

O Salão Internacional do Móvel apresentou ainda neste ano a edição do Euroluce, a principal feira de luminárias e lâmpadas do mundo. Agabekov, Artehaus GmbH, CD Concept & Design sarl, Lumes AG e Regent Beleuchtungskörper AG, acenderam a imaginação dos clientes ao iluminar a casa de forma inteligente aliada com a beleza estética. Lampadinhas para interior de armário e para o jardim, lustres para a sala, spots para o quarto e para banheiro, ou seja, peças unidas pelo fio condutor da preocupação com o baixo consumo de energia. Os reatores de última geração iluminam mais e gastam menos.

Modernismo helvético

Durante os seis dias do Salão, centenas de eventos paralelos atraíram a visita de cerca de 300 mil pessoas, entre jornalistas, lojistas, arquitetos e decoradores, além do consumidor, claro. O Centro Cultural da Suíça, no centro de Milão, foi parada obrigatória para quem quisesse ver o modernismo helvético. O estúdio Big-Game apresentou a mostra "Plus is more" como se fosse uma instalação flutuante.

De grande impacto visual estavam suspensas sobre as cabeças dos visitantes a cadeira Bold, feita de aço, poliuretano e poliamida, assim como o criado-mudo Coat Rack, em madeira nobre, e a luminária Link, já vista na exibição de Inout, num exemplo de sinergia entre os designers suíços, sempre em busca de maior visibilidade em nome da qualidade, do bom gosto e da funcionalidade, tripé de suas criações.

swissinfo, Guilherme Aquino, Milão

Breves

Na feira de Rho, 2.159 expositores se dividem por 200 mil metros quadrados de área ocupada com cadeiras, sofás, camas, vasos e uma infinidade de objetos do uso de todos os dias e já prontos para entrar em produção.

De Sede: www.desede.ch
Vitra: www.vitra.ch
Wogg: www.wogg.ch
Trinatura: www.trinatura.ch
Thut Möbel www.thut.ch
Jutzler AG: www.jutzler.ch
Huesler Nest AG: www.huesler-nest.ch
Röthlisberger: www.roethlisberger.ch

Euroluce

Agabekov: www.agabekov.ch
Artehaus GmbH: www.artehaus.com
CD Concept & Design: www.cdconceptdesign.com
Lumess AG: www.lumess.ch
Regent Beleuchtungskörper AG: www.regent.ch

Aqui termina o infobox

Milão

Milão é um dos principais centros financeiros e de negócios da Europa. A cidade é a sede da Bolsa de Valores Italiana (o Piazza Affari) e sua área metropolitana é uma zona industrial de vanguarda. A Fiera Milano é um centro de exposições e feira de comércio notável. Este complexo moderno, no subúrbio noroeste de Milão é o maior projeto de construção aberto da Europa, fazendo da Fiera Milano o maior complexo de feiras e exposições do mundo. Milão, em conjunto com Paris, é uma das capitais mundiais da moda. A cidade é também uma das cidades mais ricas na união européia. (Texto: Wikipédia em português)

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×