Limpinhos e pontuais

A Companhia Ferroviária Federal Suíça abriu um túnel de lavagem de última geração em Brigue, no cantão do Valais, apenas para trens. A instalação, a mais moderna do país, tem 90 metros de comprimento, totalmente automática e permitirá a lavagem de cerca de 3.600 trens por ano. Um terço da água utilizada - 12,5 milhões de litros por ano - pode ser reciclado.

"Os clientes não estão preocupados apenas com segurança ou pontualidade, mas com a limpeza dos trens", disse o porta-voz da CFF, Stephan Wehrle. O investimento de 10 milhões de francos no túnel é parte de um orçamento total de 46 milhões de francos suíços que a companhia vai investir em instalações externas de lavagem de trens até 2023.

Modernização

Esta nova aquisição eleva o total de instalações de lavagem de trem para dez. A cada 15 minutos, um trem chega a uma das dez instalações localizadas em Basileia, Zurique, Lucerna, Genebra, Oberwinterthur, Rorschach, Bellinzona, Brigue ou Biel. As instalações em Zurique e Genebra devem ser atualizadas para que usem menos energia. As melhorias custarão CHF 11 milhões.

Na Suíça, as pessoas também esperam altos padrões ecológicos dentro dos trens. Estima-se que os banheiros dos trens sejam descarregados 135.000 vezes por dia. Eles estão equipados com biorreatores ou estações de tratamento móveis. Os sanitários são limpos durante o dia por pequenas equipes localizadas nas principais estações terminais.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo