Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Lucros do UBS caem 30,5%

(Keystone)

Com a economia crescendo menos e a queda das bolsas, o lucro líquido do maior banco suíço diminuiu no primeiro semestre, totalizando quase 3 bilhões de francos suíços. Os analistas previam resultado pior e as ações do UBS estão em alta.

Os especialistas calculavam uma queda dos lucros da ordem de 40% para o UBS no segundo trimestre mas o resultado foi melhor que previsto: - 33% em relação ao mesmo período no ano passado.

No semestre, os lucros cairam 30,5%, totalizando 2,964 bilhões de francos suíços (US 1,73 bilhões). "Ganhamos mercado mesmo nessa época difícil", declarou em Zurique o presidente do UBS, Lugman Arnold. "Quando os mercados retomarem o crescimento, o UBS estará reforçado", acrescentou.

Crescimento é previsto para 2002

Quase metade das perdas do UBS deveu-se à UBS Capital, filial de investimentos em empresas não cotadas nas Bolsas. No semestre, o prejuizo foi de 633 milhões de francos suíços.

Nas atividades principais (banco de investimentos, gestão de fortunas e gestão institucional), as perdas foram limitadas, segundo o UBS. O grupo faturou 5,375 bilhões de francos (54% do total) em comissões e serviços.

O UBS prevê um segundo semestre difícil para seus negócios devido, sobretudo, às incertezas da economia americana, mas aposta na retomada do crescimento em 2002.

Pouco antes do fechamento da Bolsa de Zurique, as ações do UBS estavam em alta de 5,9%, terça-feira (14.8).

swissinfo com agências


Links

×