Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Maconha é problema na família

Plantação de maconha em estufa com iluminação elétrica.

(swissinfo.ch)

Um entre cinco jovens suíços considera a maconha como causadora de problemas na família e nas amizades.

Essa é a primeira conclusão de uma pesquisa publicada recentemente pelo Centro de Informação Suíço sobre Álcool e outros Problemas de Droga (SFA), com sede em Lausanne.

Ao entrevistar 1.500 pessoas vivendo na Suíça e com idades que variavam dos 18 aos 74 anos, a SFA descobriu que 7% da população adulta suíça conhece, entre familiares e amigos, pessoas que já tiveram problemas ligados ao consumo da maconha. Se as mulheres disseram ter mais contato com esse tipo de distúrbio, os jovens confirmaram ser o grupo mais envolvido com o tema: 18% dos entrevistados, entre 18 e 24 anos, já tiveram experiência de abusos na família ou nos círculos de amigos.

Ao mesmo tempo, acompanhando o início das festividades de final de ano, a SFA publica texto aconselhando jovens a tomar cuidado com biscoitos natalinos misturados com haxixe ou maconha, chamados de "Haschplätzli" em dialeto suíço-alemão.

Perigos de ingestão da maconha

"Na maior parte do tempo a maconha é fumada; porém ela pode ser utilizada também como ingrediente em comidas ou bebidas. Se a inalação da maconha pode aumentar os riscos do câncer de pulmão a longo prazo, o consumo de produtos cozidos pode ser mais arriscado para atividades do dia-a-dia como dirigir.

A cannabis inalada age mais rápido e seus efeitos também são dissipados com mais rapidez no corpo.

Ingerir a maconha faz com que os efeitos provocados pelo componente THC (Tetrahidrocanabinol) passe mais lentamente do estômago para o cérebro. Isso faz com que a pessoa fique mais tempo sob o efeito da droga, o que pode ocasionar acidentes graves".

O Centro de Informação Suíço sobre Álcool e outros Problemas de Droga (SFA) é uma organização não-governamental fundada em 1902. Seu objetivo é combater o problema do vício de drogas através de campanhas informativas, projetos de prevenção e cooperação internacional.

Com 50 funcionários e um orçamento calculado em 10 milhões de francos suíços, a SFA é financiada por doações privadas (50%), verbas governamentais (30%) e prestação de serviços (20%).

swissinfo com agências


Links

×