Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Maior barco solar já navega

MobiCat deverá ser uma das atrações da Exposição Nacional, Expo.02

(Keystone)

« MobiCat », o maior barco solar do mundo, entra em serviço na quinta-feira, 5 de julho. Com 33 m de comprimento, 11 de largura e capacidade para transportar 150 pessoas, o barco dispõe de interior modulável e pode acolher conferências, reuniões e servir refeições. Depois de um período de teste, não se exclui que o catamarã navegue em linha regular.

MobiCat representa uma inovação tecnológica no setor da construção naval. Um teto de painéis solares de 200 m2 proporciona autonomia de 3 a 4 horas, mesmo com tempo nebuloso.

O catamarã foi desenvolvido pela sociedade Mont-Soleil, na região de St-Imier, no Jura bernês, oeste suíço, a partir de um projeto do engenheiro Rudolf Minder. Custou 2.8 milhões de francos de 1.6 milhão de dólares.

Ele é considerado por um de seus realizadores um « barco inteligente », útil no período estival. Eles querem principalmente provar que ele é rentável, tirando dividendos da exploração da energia solar. Se tudo der certo, pode navegar nos lagos de Neuchâtel, Biel (Bienna) e Murten (Morat).

O presidente de Mont-Soleil, Martin Pfisterer, constata que a Suíça não é um país de muito sol. Mas insiste que MobiCat tem baterias e que « as células fotovoltaicas modernas funcionam normalmente não só quando há sol, mas durante o dia (mesmo não ensolarado). Assim tem autonomia energética garantida na primavera, verão, outono e inclusive no inverno, durante o dia ».

O catamarã, que pode alcançar velocidade máxima de 22 km/h, deve navegar em velocidade de cruzeiro de apenas 14 km/h, oferecendo calma e silêncio. Será certamente uma das atrações da Expo.02, a exposição nacional suíça do ano que vem, justamente na região em que navega.

O jornal Le Temps, de Genebra (edição de 3 de julho), lembra que existem 2 barcos solares em funcionamento na Suíça de expressão francesa.

Um de 8 a 12 lugares, em Champittet, sul do lago de Neuchâtel. Duas horas de passeio custam 34 francos.

O outro em Lausanne. É o "Aquarel", com capacidade para 20 pessoas. Entre Ouchy e St-Sulpice. (www.lausanne.ch/aquarel).

swissinfo com agências.


Links

×