Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imigrantes clandestinos resgatados pela guarda-costeira líbia no mar Mediterrâneo chegam à base naval de Trípoli

(afp_tickers)

Um total de 484 imigrantes e refugiados foram resgatados no Mediterrâneo, além de sete corpos de pessoas que morreram durante uma travessia do norte da África rumo à Europa, indicou neste domingo a guarda-costeira italiana.

Os imigrantes, que estavam a bordo de botes infláveis, foram resgatados em quatro operações distintas pela guarda-costeira italiana, por um barco da marinha da Itália, outro de uma ONG alemã e um navio mercante.

Durante as operações os corpos de sete homens foram recuperados.

Mais de 45.000 pessoas já foram resgatadas e levadas ao território italiano desde o início do ano, o que representa 44% a mais do que o registrado no mesmo período em 2016, de acordo com o ministério italiano do Interior.

Aproximadamente 1.309 imigrantes já faleceram durante as travessias em 2017, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

AFP