Menos de 50% dos novos casos de Covid já estão em isolamento quando testados

O aplicativo SwissCovid é um dos ramos do esforço de rastreamento dos casos; o outro é o acompanhamento físico por parte dos cantões. Keystone / Jean-christophe Bott

As estatísticas oficiais mostram que pouco menos da metade dos novos casos de Covid-19 já estão em quarentena quando o teste é positivo. Os números regionais sugerem que o número poderia ser ainda menor.

Este conteúdo foi publicado em 24. agosto 2020 - 07:30
swisinfo.ch/fh

O jornal NZZ am Sonntag relatou que os números mais recentes fornecidos pelo Ministério da Saúde mostram que 44% das pessoas que deram positivo desde 11 de maio já estavam isoladas, como resultado das precauções tomadas após o rastreamento dos contatos.

Os números do ministério suíço são baseados em questionários médicos preenchidos pelos pacientes - formulários que desde maio incluem a questão de se o paciente já está em quarentena. Cerca de 30% dos pacientes disseram que não estavam em isolamento, enquanto os 26% restantes não responderam à pergunta.

No entanto, o jornal relata que os questionários estavam disponíveis para menos da metade dos 9.000 casos de Covid-19 registrados desde meados de maio. "A estimativa do ministério é assim um pouco limitada", diz.

Os números de Vaud e Genebra, dois cantões particularmente afetados pelo vírus e onde o rastreamento de contato é amplamente desenvolvido, sugerem que o número poderia ser ainda mais baixo do que o relatado a nível nacional.

Na primeira semana de agosto, 26% dos novos casos positivos em Genebra já estavam em quarentena, conforme o NZZ am Sonntag; no cantão de Vaud, na semana passada, o número chegava a 30%.

E embora as autoridades de Vaud tenham dito ao jornal que isto mostra um certo impacto do rastreamento de contatos em casos anteriores, o epidemiologista da Universidade de Berna, Nicola Low, diz que o número é muito baixo.

Idealmente, cerca de 80% dos casos confirmados já deveriam estar em quarentena, para que os regimes de rastreamento de contatos realmente funcionem bem, disse Low. "Se este percentual [visto atualmente na Suíça] não aumentar, não é um bom sinal para os esforços de controle do vírus".

O rastreamento de contatos, através do aplicativo SwissCovid e dos esforços físicos das autoridades cantonais, tem sido uma das principais medidas do esforço para combater a propagação do coronavírus na Suíça desde que as regras de quarentena foram reduzidas.

No sábado e no domingo, a Suíça registrou um total de 571 novos casos - um aumento de 118 em relação ao fim de semana passado, e uma continuação da tendência ascendente observada desde o final de junho.

Os números diários de casos nesta semana subiram duas vezes acima de 300, um número que não era registrado desde o auge da pandemia em abril.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo