Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ministro confrontado a arbitrariedades na Tunísia

O ministro suíço das Relações Exteriores, Joseph Deiss, começa nesta 2a-feira uma delicada visita à Tunísia. O país desrespeita os direitos humanos e volta à berlinda com o caso do jornalista Taoufik Ben Brick, em greve de fome pela liberdade de expressão

Já está confirmado que o ministro Deiss irá evocar na visita de dois dias à Tunísia esse "affaire". O chanceler suíço vai mesmo levar um assessor em direitos humanos de seu ministério.

Deiss deve se encontrar com seu colega tunisino, Habib Ben Yahia, para falar da questão num país em que reina uma verdadeira ditadura, com um regime policial onipresente. Mas relações bilaterais, a situação no Maghreb e no Oriente Médio devem ocupar maior espaço nas conversações.

Em encontro com o presidente Zine el-Abidine Ben Ali, o ministro deve manifestar "reservas" quanto à política de Túnis em matéria de direitos humanos. Mas observadores não acreditam em "verdadeiro diálogo" sobre a questão.

Nos últimos dias, rádio, tv e jornais dos países europeus de língua francesa têm comentado bastante o caso de Ben Brick que observa greve de fome para protestar contra confisco de seu passaporte (prática corrente na Tunísia), e a proibição de escrever sobre a situação dos direitos humanos em seu país, ou seja da repressão de que é vítima.

Ele está em greve desde 3 de abril. Jornalistas estrangeiros que foram a Túnis cobrir o caso acabaram sendo maltratados pela polícia, com material destruído ou confiscado.

O jornalista Taoufik Ben Brick pode pegar seis anos de prisão por ter publicado artigos considerados difamantes pelo regime de Ben Ali, reeleito presidente em outubro, para um terceiro mandato, com 99,44 por cento de votos.

swissinfo com agências.





Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.