Navigation

Sobrevivendo como perfumista

É necessário ter um bom nariz e uma dose de loucura para ser um artesão do perfume como Vero Kern e Andy Tauer. Eles enfrentam uma grande concorrência da indústria de fragrância. Mas o seu nicho de mercado está sobrevivendo, em partes graças à internet.

Este conteúdo foi publicado em 31. maio 2012 - 16:11

Nenhum desses elaboradores de perfumes vai ficar rico com o que fazem, mas eles foram capazes de transformar sua paixão em uma ocupação a tempo integral, sem necessidade de um trabalho adicional para pagar as contas. (Raffaella Rossello, swissinfo.ch)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.