Navigation

Lontras voltam à Suíça

Elas são curiosas, tímidas e inteligentes. As lontras desapareceram dos rios suíços há 30 anos devido à poluição da água. Agora elas estão voltando devagarinho. (SRF/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 31. outubro 2017 - 17:00

As trilhas frescas das lontras em Berna e no vale Engadine são um sinal de que o animal fez um retorno definitivo à Suíça. As autoridades nacionais e locais querem agora criar um grupo nacional de proteção para se preparar aos potenciais conflitos de interesses, como os criadores de peixe. A lontra também poderia representar uma ameaça para algumas espécies de peixes e caranguejos ameaçados de extinção.

A Secretaria Federal do Meio Ambiente anunciou que, nos últimos meses, duas lontras fêmeas e seus filhotes foram registrados por uma câmera de detector de movimento. É a quarta vez que há evidências de crias de lontras selvagens em Berna.

De onde os animais vieram precisamente não está claro. Mas devido às populações crescentes nos países vizinhos, França e Áustria, estima-se que as lontras tenham imigrado naturalmente.

A lontra selvagem desapareceu na Suíça na década de 1990 devido à caça excessiva e águas poluídas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.