Navigation

Maori no coração e suíço por amor

O número crescente de casamentos multiculturais na Suíça fez de casais binacionais tema de uma recente pesquisa. Um casal misto da Nova Zelândia e Suíça compartilha sua história e um linguista revela à swissinfo.ch o que ela aprendeu.

Este conteúdo foi publicado em 08. maio 2013 - 08:41

Na Suíça, migrantes adultos muitas vezes enfrentam o problema de ter de aprender não apenas um, mas dois novos idiomas de uma só vez: o alemão padrão para a comunicação escrita e o dialeto suíço-alemão para a comunicação oral. Esse fator, conhecido na linguística como "diglossia" , é extremo e torna a adaptação a uma nova cultura particularmente desafiadora. Kellie Gonçalves, linguista na Universidade de Berna, escreveu um livro intitulado "Conversações de casais interculturais" e dedicado ao tema. O livro baseia-se em entrevistas com mulheres anglófonas casadas com maridos suíços de língua alemã. Uma das mulheres entrevistadas é uma instrutora de esqui da Nova Zelândia casada com um guia de montanha suíço. (Raffaella Rossello, swissinfo.ch)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.