Navigation

De refugiado a neurobiólogo

Abdurahman Mohamad Mah chegou à Suíça como refugiado aos seis anos de idade. Agora ele é neurobiólogo. Esta é a sua história. (Julie Hunt, swissinfo.ch).

Este conteúdo foi publicado em 27. abril 2017 - 13:30
swissinfo.ch/fh

O pai de Abdu era ministro do Interior da Somália quando houve um golpe militar e ele foi obrigado a fugir com sua esposa e os dez filhos (Abdu é o oitavo filho). Sua mãe vendeu suas joias ao longo do caminho para pagar comida e gasolina.

Eles cruzaram o vizinho Quênia e ficaram em um campo de refugiados. Houve um enorme incêndio e a família teve que fugir novamente. A mãe de Abdu vendeu todos os seus pertences para comprar uma mercearia, o que gerou uma renda para a família.

Seu pai sofria de deslocamento da retina e glaucoma, e eles receberam ajuda de uma ONG para viajar para Neuchâtel, na Suíça, para que ele pudesse ser operado. Eles se estabeleceram em La Chaux-de-Fonds.

Depois da escola, Abdu tornou-se relojoeiro, mas depois de quatro anos na profissão voltou à escola para estudar para os vestibulares da universidade. Ele acaba de concluir um mestrado em neurobiologia e está planejando iniciar um mestrado em psicologia. O cantão de Neuchâtel ajudou a pagar os seus estudos.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.