Navigation

Especialista suíço em conservação preventiva fala da tragédia no Rio

Investimento básico em prevenção poderia ter evitado tragédia que destruiu patrimônio brasileiro e mundial.

Este conteúdo foi publicado em 03. setembro 2018 - 14:24

Consultor em conservação preventiva e restaurador de papéis e obras de arte, Maurício Pinheiro restaurou a tese da teoria da relatividade de Einstein guardada na Biblioteca Nacional Suíça, instituição para qual colabora, bem como outros museus e coleções da Suíça.

Para Pinheiro, a tragédia que destruiu um dos maiores museus de história natural e de antropologia das Américas poderia ter sido evitada se algumas medidas de base fossem tomadas na área da prevenção e combate contra incêndios, que incluiriam, entre outras, controles dos hidrantes que não funcionavam em torno do museu.

Lembrando o cotidiano do seu trabalho nas instituições culturais e museus da Suíça, Maurício Pinheiro ressalta a importância dada no país à questão da prevenção, onde são gastas algumas horas do seu trabalho diário, mas que podem evitar perdas inestimáveis.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?