Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Jacob Christoph Miville Entre Basileia, Roma e São Petersburgo

Com uma extensa exposição, o Kunstmuseum Basel segue o rastro quase esquecido do paisagista de Basileia Jacob Christoph Miville (1786-1836).

O pintor, descendente de uma família huguenote, deixou uma obra vasta de paisagens alpinas e de outras regiões da Europa, principalmente da Itália, onde aprendeu a desenhar a natureza.

Como teve pouco sucesso como pintor, Miville viajou para a Rússia, em 1809, a fim de tentar a sorte. Lá, trabalhou como agrimensor e professor de desenho, viajando para o norte da Rússia e da Crimeia. Em suas viagens pelo interior da Rússia, fez inúmeros desenhos e aquarelas.

A exposição na Basiléia mostra cerca de 250 obras do artista, que lutou toda a sua vida pelo reconhecimento como pintor. O museu de arte reúne pela primeira vez coleções de desenhos e pinturas realizadas na Suíça e na Rússia.