Plástico em lixo orgânico excede limites legais

Os suíços ainda estão colocando muito plástico no composto que separam para a reciclagem. (RTS/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 29. abril 2018 - 08:00

Muitos colocam seus resíduos orgânicos em sacos plásticos não biodegradáveis. O serviço de coleta do lixo orgânico também encontra frequentemente etiquetas de frutas e legumes.

Regras em vigor desde 2016 estipulam que o plástico não deve exceder 0,1% do peso seco do composto. Isso porque 65% do composto é usado pelos agricultores. Em La Chaux-de-Fonds, no oeste da Suíça, os coletores de lixo não recolhem resíduos que não cumpram com a devida qualidade e deixam um adesivo para indicar ao morador que isso não é aceitável.

Mas uma quantidade de plástico não biodegradável não pode ser vista até que o lixo chegue ao lixão municipal. É necessário uma hora por dia para triar o lixo não orgânico visível, mas com grandes volumes de lixo, alguns restos acabam passando pelo controle. Os microplásticos acabam no solo usado para o plantio. Ainda não está claro quais os efeitos negativos de longo prazo isso terá para o consumo humano.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo