Navigation

Problemas caseiros para o empreendedor do projeto Andermatt

O investidor egípcio Samih Sawiris foi obrigado a utilizar a própria fortuna para não deixar fracassar a estância de veraneio de luxo de Andermatt, na Suíça. Enquanto isso seus empreendimentos turísticos no Egito enfrentam dificuldades pela queda crescente no número de turistas.

Este conteúdo foi publicado em 30. abril 2013 - 15:23

A família Sawiris administra o grupo empresarial Orascom, o maior empregador no Egito. Porém a instabilidade política surgida após a chamada Primavera Árabe tornou incerto o futuro dessas empresas. A família também é acusada de sonegação fiscal em larga escala. (SRF/swissinfo.ch)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.