Navigation

O maior aquário de água doce da Europa abre em Lausanne

A partir do sábado, 21 de outubro, as pessoas podem admirar peixes de água doce da Amazônia no novo Aquarium-vivarium Aquatis em Lausanne. Os organizadores consideram um projeto científico e sustentável. Mas também há críticas. (RTS/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 19. outubro 2017 - 14:29

Aquatis deve acolher cerca de 10.000 peixes de todos os continentes. Os visitantes também poderão observar uma centena de répteis e anfíbios. No total, são exatamente 46 aquários, viveiros e terrários que estão instalados em cerca de 3500 m² de espaço para visita.

A cenografia leva os visitantes através dos cinco continentes. O passeio, que dura mais de uma hora e meia, começa com grutas glaciares, a Europa e o rio Ródano. 

O espetáculo promete ser impressionante, mas irrita os defensores dos direitos dos animais.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.