Navigation

Huria Ibrahim

Huria Ibrahim fugiu da Síria há oito ano.

Este conteúdo foi publicado em 28. fevereiro 2018 - 17:13

Hoje vivem em um apartamento em Genebra. Ela e sua família têm vistos "F", mas lutam para assegurar sua estadia no país. Ela afirma: - "Não há um dia que esteja feliz ou que meu marido não esteja estressado. Meu pai morreu há três semanas. Eu não pude estar ao seu lado. Já fazem sete anos desde que o vi pela última vez e minhas irmãs. Antes nunca nos separávamos. Eu cansada o tempo todo. Minha alma também. Estou desesperada". Ela espera há três anos uma resposta à queixa administrativa contra o visto "F". 

(Julie Hunt, swissinfo.ch) 

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.