Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Novartis e Nestlé fecham maior negócio da história da Suíça

Nestlé pretende vender Alcon para a Novartis

(Keystone)

A multinacional Novartis pretende assumir, em duas etapas, por 39 bilhões de dólares o controle acionário do laboratório Alcon, braço farmacêutico da Nestlé nos EUA, presente também no Brasil.

Segundo analistas, é o maior negócio da história da economia Suíça. Inicialmente, a Novartis vai pagar 11 bilhões de dólares (ou US$ 143,18 por ação) para adquirir 25% de participação na Alcon Inc, líder mundial na área oftalmológica.

Para um segundo passo, a empresa sediada na Basiléia garantiu os direitos de adquirir os restantes 52% das ações da Alcon pertencentes à Nestlé em 2010 e 2011 por um preço fixo de 181 dólares por ação ou um total de 28 bilhões de dólares.

A Nestlé, por sua vez, tem o direito que exigir da Norvartis a compra dessa participação. Para o presidente do conselho de administração da Novartis, Daniel Vasella, a compra da Alcon é "um negócio dos sonhos num mercado rentável e em forte crescimento".

Ele disse que o laboratório norte-americano complementa a divisão de oftalmologia e lentes de contato da Novartis, que já atua nessa área com medicamentos da marca Ciba Vision. Por isso, Vasella não vê obstáculos antitrustes para a transação.

Sinergia

A multinacional farmacêutica prevê efeitos sinergéticos decorrentes da fusão, que fortaleceriam a estratégia da Novartis de garantir o acesso ao setor de saúde e diluir os riscos.

"Trata-se de encontrar uma solução estratégica e financeira atraente para a Nestlé e a Alcon", disse o presidente da Nestlé, Peter Brabeck, em comunicado à imprensa.

O maior conglomerado mundial do setor de alimentos pretende usar o dinheiro obtido na transação para, através do atual programa de recompra de ações próprias, reduzir suas dívidas e investir ainda mais nos ramos de alimentação, saúde e bem-estar (vellness).

Negócios bilionários

A fusão da Alcon com Novartis ainda depende de aprovação pelas autoridades antitruste. A expectativa é que a primeira parte do acordo seja concluída até o final de 2008. A Nestlé já havia sinalizado no ano passado que pretendia vender suas participações de 77% na empresa norte-americana.

Este é o terceiro negócio bilionário entre a Novartis e a Nestlé em pouco mais de um ano. No final de 2006 e em abril de 2007, os dois conglomerados acertaram que a Nestlé compraria por cerca de 8 bilhões de dólares os departamentos de alimentação medicinal e infantil da Novartis.

swissinfo com agências

Nestlé

A Nestlé foi fundada em 1866 e vende seus produtos em 130 países. É uma das 30 maiores empresas do mundo.

A companhia processa cerca de 10 mil diferentes produtos e emprega aproximadamente 250 mil pessoas. Vende mais de um bilhão de artigos por dia.

Faturamento: 107,6 bilhões de francos suíços
Lucro: Fr 10,65 bilhões

Aqui termina o infobox

Novartis

A Norvartis foi criada em 1996 a partir da fusão da Ciba-Geigy e da Sandoz, e atualmente é organizada em quatro divisões:Fármacos, Sandoz (genéricos), vacinas e dignósticos, Novartis Consumer Health.

Faturamento: Fr 40,01 bilhões
Lucro: Fr 13,2 bilhões

Aqui termina o infobox

Alcon

A Alcon foi fundada no Texas em 1945 e foi comprada pela Nestlé em 1977. Sua sede principal é em Hünenberg, no cantão de Zug (Suíça).

O laboratório é líder mundial no setor oftalmológico e emprega 14,5 mil funcionários em 75 países.

No Brasil, a Alcon está presente há 33 anos, fabricando produtos e comercializando equipamentos para diversos tratamentos médicos oculares.

Faturamento: Fr 5,53 bilhões
Lucro: Fr 1,51 bilhão

Aqui termina o infobox


Links

×