Navigation

Novas negociações com a União Européia

Joseph Deiss (à esquerda) e o Comissário europeu Chris Patten, em Bruxelas Keystone

Suíça e União Européia vão começar a negociar nos próximos meses a questão da fraude fiscal, importante para a UE. Um calendário foi acertado entre o chefe da diplomacia suíça, Joseph Deiss, e o Comissário para as Relações Exteriores, Chris Patten.

Este conteúdo foi publicado em 11. julho 2000 - 16:21

As negociações sobre a fraude fiscal, importante para a União Européia, serão iniciadas no próximo outuno a nível de especialistas. A questão foi discutida nesta terça-feira em Bruxelas entre o chefe da diplomacia suíça, Joseph Deiss, e o Comissário europeu para as Relações Exteriores, Chris Patten.

Foi a primeira sessão de trabalho em Bruxelas para o ministro suíço, depois da aprovação dos acordos com a União Européia no referendo popular de 21 de maio. Chris Patten pediu que todos os países da UE ratifiquem rapidamente o acordo mas Deiss lembrou que o processo é demorado e pode atrasar a entrada em vigor dos acordos prevista para janeiro de 2001.

Sobre a questão da fraude e evasão fiscal, Joseph Deiss afirmou que a Suíça não quer ser um país refúgio e insistiu na necessidade de uma regulamentação internacional nessa matéria. Reiterou, no entanto, que a Suíça vai manter o segredo bancário.

Deiss também manifestou a preocupação da Suíça com problemas de segurança interna, principalmente ligadas à imigração e asilo. Além do Comissário Chris Patten, Deiss também foi recebido pelo presidente da Comissão Européia, Romano Prodi, e como os Comissários europeus para Orçamento e Ampliação da UE.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?