Navigation

Novo conflito de pilotos com a Crossair

Philippe Bruggiser, presidente do SAir Group ameça demitir pilotos da Crossair. Keystone / Steffen Schmidt

Após meses de conflito, os pilotos da segunda maior companhia aérea suíça rejeitam a Convenção coletiva de trabalho. A Crossair é membro do grupo SAir e o presidente do grupo Philippe Bruggisser ameaça fechar linhas e demitir pilotos.

Este conteúdo foi publicado em 23. outubro 2000 - 14:55

Em declarações à imprensa suíça, o presidente do grupo SAir, Philippe Bruggisser, cujo empresa mais conhecida é a Swissair, ameaçou fechar linhas e demitir pessoal, depois que mais de 60 p/cento dos pilotos da Crossair rejeitaram a nova Convenção coletiva de trabalho.

O sistema de convenção coletiva de trabalho é o mais comum na suíça, em que as negociações trabalhaistas é feito por categoria profissional.

Na Crossair, é segunda maior companhia aérea suíça especializada no tráfego regional de passageiros, o conflito social começou em outubro do ano passado. Depois de greves e muita negociação, o sindicato e a direção do grupo assinaram uma nova Convenção no mês passado.

Acontece que 62,7 p/cento dos pilotos votaram contra a Convenção, exigindo que ela seja melhorada. "A Crossair não será capaz de absover as mudanças reinvindicadas pelos pilotos" afirmou Bruggisser.

A nova Convenção rejeitada pelos pilotos previa aumentos salarias escalonados em três anos e melhores condições de trabalho. "Se os pilotos fazem novas exigências, será necessária uma reestruturação profunda da empresa", acrescentou o presidente do grupo SAir.

No primeiro semestre deste ano, a Crossair teve prejuizo de 6 milhões de francos suíços. As causas apontadas pela empresa são o aumento do preço pretróleo e a alta do dólar em relação ao franco suíço.

swissinfo com agências.

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Ordenar por

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Quase terminado… Nós precisamos confirmar o seu endereço e-mail. Para finalizar o processo de inscrição, clique por favor no link do e-mail enviado por nós há pouco

Leia nossas mais interessantes reportagens da semana

Assine agora e receba gratuitamente nossas melhores reportagens em sua caixa de correio eletrônico.

A política de privacidade da SRG SSR oferece informações adicionais sobre o processamento de dados.