Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

O horror de Hiroshima

O suíço Marcel Junod trabalhou como médico da Cruz Vermelha Internacional em Hiroshima.

O médico suíço Marcel Junod (1904-1961) trabalhou nos anos de 1930 para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) na Guerra da Abissínia (atual Etiópia), na Guerra Civil Espanhola e durante a Segunda Guerra Mundial em toda a Europa. Após o lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, ele foi o primeiro médico estrangeiro a chegar com 15 toneladas de material de ajuda à cidade destruída. (Todas as fotos: CICV)

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.