Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

O modelo holandês

O projeto dessas espécies de garagens para a prostituição se inspira de modelo aplicado em Utrecht, Holanda.

Modelo implantado na cidade nos anos 80.

Dessas garagens rudimentares para a prostituição existem 14 em Utrecht há cerca de 20 anos. Mas, segundo Regula Muller, coordenador de projeto semelhante em Berna, só a partir de 1996-97 é que começaram a funcionar bem.

Problema dos voyeurs

Regula lembra que esses “boxes” para a prostituição existem também em outras cidades holandesas, mencionando Amsterdam e Rotterdam. E na Alemanha apontou a cidade de Colônia como tendo adotado o modelo.

O único inconveniente na Holanda, diz Regula, são os voyeurs. A polícia teria mais trabalho com esses curiosos que com as pessoas que se prostituem nos “boxes”.

Observa ainda que a prostituição não é vista da mesma maneira na Holanda que na Suíça. “Na Holanda – segundo Regula Muller – se vai ao bordel como se vai ao cabeleireiro”.

Pode ser um pouco de exagero. Mas os holandeses, nesse ponto seriam menos hipócritas.

swissinfo, J.Gabriel Barbosa

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.