Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Obesidade Aposentados suíços têm maior probabilidade de ficar acima do peso

Os idosos suíços são muito mais propensos a ter excesso de peso do que outras faixas etárias, segundo as novas estatísticas do Departamento Federal de Saúde Pública (FOPH).

older people dancing

Dancing, the federal health office says, is a good way to keep off the weight.

(Keystone / Martial Trezzini)

Cerca de 53% das pessoas com mais de 65 anos têm um índice de massa corporal considerado muito alto (mais de 25 na escala do IMC), de acordo com as estatísticas divulgadas na terça-feira (25) pelo FOPH. 

Os homens mais velhos são mais propensos do que as mulheres a serem afetados: 62% dos homens com mais de 65 anos estão acima do peso, enquanto o número de mulheres da mesma idade é de 46%. 

Em todos os outros grupos etários, os números são mais baixos: entre os jovens de 35-49 anos, 42% têm excesso de peso, enquanto entre os jovens de 15-34 anos a porcentagem é de 27%. 

Geograficamente, por sua vez, o cantão com maior excesso de peso (em todas as idades) é a Argóvia, com 45,8%, enquanto que o mais esbelto é Zurique, com 38,7%. As pessoas com formação superior têm, em média, um pouco menos de probabilidade de terem excesso de peso ou obesidade do que as pessoas com uma formação técnica.

+ Entre as crianças suíças, entretanto, os níveis de obesidade estão estáveis

O FOPH disse que essas estatísticas para pessoas idosas são preocupantes, principalmente devido ao aumento do risco de doenças cardiovasculares (a causa mais comum de morte no país), bem como o risco de desenvolver certas formas de câncer e diabetes tipo 2. 

As autoridades disseram que uma dieta equilibrada e exercício físico adequado são a chave para manter um peso saudável durante toda a vida. Caminhar, andar de bicicleta e dançar são formas adequadas de movimento para pessoas idosas, garantiram. 

As estatísticas provêm de um banco de dados em desenvolvimento que monitora vícios e doenças não contagiosas na Suíça e os fatores sociodemográficos que influenciam esses problemas.  

As estatísticas do banco de dados podem ser encontradas aqui.Link externo



A dependência ao álcool está aumentando em todas as faixas etárias, mas é particularmente problemática entre os idosos, que misturam às vezes bebida e medicamentos. (SRF/swissinfo.ch) Embora haja uma tendência de queda na quantidade de álcool ingerido em média por pessoa na Suíça, o consumo de alto risco está em ascensão. De acordo com o Conselho Suíço do Álcool, a média suíça passou de um consumo anual de 8,3 litros de álcool puro, em 2013, para 8,1 litros, em 2014. Mas um estudo realizado pela Secretaria Federal de Saúde Pública publicado no final de 2015 revela que o consumo de alto risco aumenta no início da idade da aposentadoria, com 8.1% das pessoas entre 65 e 74 anos ocupando os chamados “grupos de risco médio”. A Organização Mundial da Saúde define como fazendo parte dos grupos de risco médio os homens que consomem 40-60g de álcool puro por dia e as mulheres que consomem 20-40g.


swissinfo.ch/fh

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.