Navigation

Oito milhões de doses estão a caminho

Suíça encomendou mais de 35 milhões de doses da vacina anti-covid de cinco diferentes farmacêuticas. Keystone / Martial Trezzini

O ministro suíço da Saúde, Alain Berset, anunciou a compra de mais 8,1 milhões de doses de vacinas das farmacêuticas Moderna e da Pfizer/BioNTech. Elas devem ser entregues ao país entre abril e julho. A promessa do governo é vacinar todos os habitantes que o desejarem até o verão.

Este conteúdo foi publicado em 26. março 2021 - 08:51
Keystone-SDA/jdp

Guy Parmelin, ministro da Economia e atual presidente da Confederação Suíça, destacou que, frente o surgimento de novas mutações do novo coronavírus, é crucial fazer avançar a campanha de vacinação.

Berset e Parmelin participaram de uma coletiva de imprensa na quinta-feiraLink externo (25.03), que contou com a presença de representantes da Pfizer e Moderna.

O governo suíço enfrenta críticas crescentes sobre a velocidade com que as vacinas chegam. Cerca de 1,4 milhões de doses foram entregues aos cantões (estados), o suficiente para vacinar aproximadamente cinco por cento da população.

O Depto. Federal de Saúde Pública estabeleceu o objetivo de vacinar cerca de 70 mil pessoas por dia, mas até agora apenas 20 mil são vacinadas diariamente na Suíça.

Pessoas do grupo prioritário - idosos com mais de 75 anos de idade e pessoal dos asilos - estão sendo vacinados ao longo de março, disse Berset. O segundo grupo, pessoas de alto risco - devem poder receber uma primeira dose na segunda quinzena de abril.

Sabine Bruckner declarou que dois milhões de doses serão entregues até o final de março. A representante da Pfizer na Suíça disse que a farmacêutica tem a capacidade de produzir dois bilhões de doses por ano, o que, significa, em suas palavras: "Agora podemos entregar mais do que antes".

Moderna pretende fornecer cerca de seis milhões até o final de junho.

Se outras vacinas forem aprovadas, estas quantidades podem aumentar significativamente, afirmou Berset. A Suíça já encomendou mais de 35 milhões de doses de cinco farmacêuticas.

A vacina da AstraZeneca ainda está sendo avaliada pelo órgão de controle de medicamentos, Swissmedic. CureVac e Novavax ainda não solicitaram a aprovação na Suíça. A vacina de dose única da Johnson & Johnson também foi aprovada, mas não será comprada pela Suíça, afirmam as autoridades.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.