Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Olhar crítico sobre o Fórum Econômico Mundial

"Public Eye" propõe alternativa a neoliberalismo desenfreado

(Keystone)

O Fórum Econômico Mundial que se realiza pela primeira vez em Nova York, no fim do mês, coincidirá novamente com um fórum alternativo, o "Public Eye on Davos", reunindo ONGs que questionam os caminhos da globalização.

O fundador do Fórum, Klaus Schwab e sua equipe organizaram durante 30 anos o encontro em Davos, nos Alpes Suíços. Na última edição, houve manifestações bastante violentas de grupos de oposição, o que levou os organizadores a optarem por uma saída. Pela primeira vez decidiram transferi-lo a Nova York, por razões de segurança.

Exigências

Na conferência "alternativa" - de 31 de janeiro a 3 de fevereiro - organizações não-governamentais debatem o tema "Sem Licença para Comandar o Mundo", opondo-se claramente ao poder da cúpula do WEF (sigla inglesa para Forum Econômico Mundial), além de cobrar mais responsabilidade da multinacionais com relação ao meio ambiente e preocupações sociais.

"Public Eye on Davos" (olhar do público sobre Davos), conferência paralela ao WEF, aberta ao público, congrega ONGs suíças (Organizações Não-Governamentais), como a Declaração de Berna e a Pro Natura.

Matthias Herfeldt da Declaração de Berna antecipando essa cobrança às multinacionais, lembra: "O objetivo é oferecer um contraponto, uma voz alternativa ao Fórum".

Sua ONG deverá ser suíça muito ativa no domínio do desenvolvimento, do poder das multinacionais e das idéias néo-liberais e globalizadoras da economia .


Apoio das Nações Unidas

A Organização Pro Natura acredita que as Nações Unidas sejam organismo mais indicado para implementar as novas convenções ambientais e sociais nas multinacionais, que muitas vezes não respeitam as leis ambientais nos países em desenvolvimento, mas somente em seus países de origem.

Christine Eberlein, também da Declaração de Berna, explica que a transferência para Nova York será muito favorável para esses encontros paralelos, pois segundo afirma, em Davos não existia a menor tolerância em relação a essa conferência alternativa.

O encontro da Public Eye termina no dia 3 de fevereiro, coincidindo com o último dia do Fórum Econômico Mundial.

swissinfo


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×