Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

ONG divulga Lista Vermelha de espécies ameaçadas

O veado galheiro está ameaçado de extinção na América do Sul (arquivo IUCN).

(swissinfo.ch)

Mais de 11 mil espécies de plantas e animais estão ameaçadas de extinção em todo o planeta. A constatação é da União Mundial pela Conservação, sediada na Suíça, que publica sua Lista Vermelha de dois em dois anos.

Devido a maior diversidade, Indonésia, índia, Brasil e China lideram a lista de espécies ameaçadas. Na Suíça também há espécies ameaçadas.

11.167 espécies de animais e plantas podem desaparecer do planeta, segundo o último estudo da União Mundial pela Conservação (UICN), sediada em Gland, perto de Genebra. A organização, fundada em 1948, tem 980 membros em 140 países.

Na Suíça também

O relatório deste ano inclui 18 mil novas espécies de flora e fauna. Uma em cada 4 espécies de mamíferos e uma cada 11 espécies de pássaros podem ser extintas, precisam os especialistas da UICN.

Na Suíça, 41 espécies animais estão ameaçadas, entre elas o esturião (um roedor alpino), o lince e as formigas madeireiras dos Alpes.

A Lista Vermelha registra apenas 4% da flora mundial mas, mesmo assim, 5.700 estão ameaças e mais de mil espécies estão em "perigo crítico", a categoria mais grave da classificação.

7 mil especialistas

Certos tipos de cacos estão em "perigo crítico" no Brasil e no México. Uma espécie de raia do litoral sul do Brasil e o viado galheiro também estão em "perigo crítico".

O número de espécies ameaças acompanha é proporcional à diversidade de espécies.

Na Indonésia, Índia, Brasil e China, a ameaça é maior para mamíferos e pássaros. Para as plantas, a ameaça é maior na América do Sul, América Central e África.

A União Mundial pela Conservação coleta dados há 37 anos e a Lista Vermelha é baseada em estudos de 7 mil especialistas. O objetivo é fornecer um guia para preservação da biodiversidade, segundo o diretor-geral da IUCN, Achim Steiner.

swissinfo/Jaime Ortega

Breves

- Primeira Lista Vermelha foi publicada em 2000
- Considerada como instrumento científico sério
- 7 mil especialistas contribuiram
- 11.167 espécies estão ameaçadas
- 811 espécies de flora e fauna estão extintas
- UICN foi fundada em 1948 e tem sede em Gland, perto de Genebra
- Reune agências governamentais e ongs de 140 países

Aqui termina o infobox


Links

×