Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Os suíços diriam sim à Europa

Sondagem publicada no fim de semana revela que 72 por cento dos suíços aprovariam abordos bilaterais concluídos com a União Européia. São 7 acordos regulamentando livre circulação de pessoas, mercadorias e serviços.

Dia 21 de maio os eleitores suíços devem dizer se aprovam ou não 7 acordos bilaterais negociados durante 4 anos com a União Européia e considerados capitais para a economia suíça.

São convênios destinados a tirar a Suíça do isolamento em que se meteu desde que em 1992 o povo rejeitou o chamado Espaço Econômico Europeu, que representava uma participação na economia dos 12 países da União que hoje já reúne 15.

Segundo sondagem - realizada pelo Instituto GfS e publicada no domingo - 72 eleitores que desejam participar das votações de 21 de maio depositariam um SIM nas urnas. Treze por cento estão indecisos e 15 por cento votariam NÃO.

Registre-se que os 4 partidos governamentais - que representam cerca de 80 por cento do eleitorado - são favoráveis aos acordos.

Os adversários se reuniram num comitê e fazem reuniões para denunciá-los afirmando que os acordos não trariam vantagens econômicas para a Suíça além de prejudicar a independência e a liberdade do país. Enfatizam que a aprovação dos 7 acordos equivaleria a uma adesão parcial da Suíça à União Européia.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.