Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ouro do Banco Central vai financiar solidariedade

Banco Central

(Keystone)

A Fundação Suíça Solidária será financiada com a venda de 500 toneladas de ouro do Banco Central Suíço. Outras 800 toneladas do metal serão destinadas a financiar a aposentadoria mínima (AVS) ou reduzir o déficite público.

O Banco Central Suíço (BNS) não precisa mais de conservar todas as suas reservas de ouro. A legislação mudou e a modea nacional, o franco suíço, não precisa mais ter lastro em ouro.

Estava e ainda está aberto o debate acerca da utilização dos recursos oriundos da venda do ouro. Quinta-feira, 11/5, o governo decidiu para onde vai pelo menos uma parte dos recursos. O resultado da venda de 500 toneladas de ouro servirá para financiar a Fundação Suíça Solidária, ainda a ser criada.

Essa Fundação vai apoiar projetos contra a propagação da violência e da pobreza na Suíça e no estrangeiro, por um período de 30 anos. O projeto de lei será encaminhado na próxima semana.

Quanto aos recursos das outras 800 toneladas de ouro a serem vendidas, o governo vai submeter duas propostas a um período de consultas. O governo pretende utilizá-los para projetos de formação profissional e reforçar o financiamento do sistema de aposentadoria mínima (AVS).

Mas os estados pretendem receber uma parte dos recursos, porque são acionistas do Banco Central, para reduzir o déficite público.

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.