Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ovos de Páscoa mantém suas cores

Apesar da gripe aviária, centenas de milhares de ovos de Páscoa foram vendidos este ano.

(Keystone)

Os suíços não cedem à psicose da gripe aviária. Por ocasião da Páscoa, eles continuam a pintar ovos como sempre fizeram.

Segundo os produtores e distribuidores, os consumidores compreenderam que a casca é uma boa proteção contra o vírus.

Parece que o ovo de Páscoa tem uma origem puramente "capitalista". O hábito de oferecer ovos na Páscoa - e não somente de chocolate - remonta às tradições rurais do antigo regime.

Até a Revolução Francesa, os camponeses tinham o hábito de pagar innatura o arrendamento das terras. Na primavera européia, ovos, galinhas e coelhos estão no centro das atenções. As galinhas recomeçam a botar e chega-se ao final do jejum da quaresma em que os fidéis deixaram de comer gordura animal.

Segundo outra interpretação, trata-se da fertilidade e da vida nova simbolizadas pela primavera. Há 5 mil anos, no Egito e na Pérsia antiga, presenteava-se com ovos pintados nesta época do ano.

No século XVI, a Reforma fez evoluir a tradição. Não se dava mais ovos como pagamento aos donos das terras, aos pastores e professores mas também de presente aos afilhados, amigos e sobretudo à mulher amada, em sinal de apego.

Em geral, esses ovos eram pintados de cores vivas. Posteriormente as crianças brincavam de escondê-los daí a hábito de procurar ovos de Páscoa e ninhos, ainda muito freqûente na Europa de hoje.

Galinhas ficarão fechadas pelo menos até a Páscoa

Com a gripe aviária, pela primeira vez as festas de Páscoa serão afetadas por uma epizootia, declara a swissinfo Ruedi Zweifel de Aviforum, centro de formação e pesquisa sobre aves.

Devido o confinamento das aves, as galinhas que botam devem fazê-lo em recinto fechado. Na Suíça, até agora foram registrados 32 casos de gripe aviária. A obrigação de manter as aves confinadas, para evitar contato com as aves migratórias portadoras do vírus, é constantemente reexaminada pelas autoridades veterinárias mas, por enquanto, é mantida, precisa Ruedi Zweifel.

Na Suíça, as granjas em cubículos estão proibidas por lei há muito tempo. A deliminatação do espaço é estritamento regulamentada e, sempre que possível, as aves saem para um espaço ar livre.

Aliás, as aves migratórias que atravessam a Suíça continuam sob observação.

Perigo é praticamente nulo

A prudência geral e todas as informações sobre a gripe aviária terão uma influência negativa sobre as vendas de ovos de Páscoa, tão apreciados?

"De maneira nenhuma, afirma Ruedi Zweifel. Ao contrário da carne de frango, em que há reticência do consumidor, não há queda nas vendas de ovos", precisa Alois Mettler, de Gallosuisse, associação de produtores de ovos.

"Não há qualquer recomendação particular para os ovos porque praticamente não há risco de um ovo conter um vírus". Ele acrescenta que uma galinha doente morreria antes de botar.

O serviço veterinário do Cantão de Argóvia fez também uma recomendação dando garantias aos consumidores. Nas informações sobre a gripe aviária em seu site internet, lê-se que "a proteína do ovo e gema do ovo não podem ser infectadas poque o vírus não consegue contaminar o ovário da galinha".

O cozimento mata o vírus

Teoricamente, precisa o serviço veterinário, uma infecção da casca do ovo só é possível através de um meio secundário (os escrementos).

Com o tempo de cozimento de pelo menos sete minutos para ovos cozidos, considerando-se que o vírus não resite ao calor, o perigo ao comer um "ovo gripado" é praticamente nulo.

Essa constatação teve um impacto visivelmente positivo sobre os consumidores, que consideram a casca do ovo como uma ótima proteção.

Urs-Peter Naef, porta-voz da Migros, maior rede de supermercados do país, confirma que "a venda de ovos de Páscoa foi muito boa. Mesmo em comparação com o ano passado, não houve queda nas vendas; estamos até surpresos!"

swissinfo, Urs Maurer

Breves

- A parte interna dos ovos não pode ser infecta pelo vírus da gripe aviária.

- O vírus não conseque instalar-se nos ovários das galinhas.

- Só a casca do ovo pode ser teoricamente infectada pelos excrementos de outra galinha doente.

- Os ovos com a casa suja devem ser lavados antes de serem cozidos.

- O cozimento em água fervente mata o vírus.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque