Navigation

Padura está entre pré-selecionados para prestigioso prêmio francês

O escritor cubano Leonardo Padura com seu novo livro, 'Como polvo en el viento', em sua casa, em Havana, durante entrevista à AFP, em 6 jul. 2021 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. setembro 2021 - 12:42
(AFP)

O júri do Médicis, um dos prêmios literários mais prestigiosos da França, divulgou nesta quarta-feira (8) uma primeira seleção para sua edição de 2021, que inclui o cubano Leonardo Padura e a argentina Gabriela Cabezón Cámara em sua lista de romances estrangeiros.

O último romance de Leonardo Padura, "Como polvo en el viento" ("Como poeira no vento", em tradução livre), sobre o exílio cubano, e "Las aventuras de la China Iron" ("As aventuras da China Iron"), da jornalista e escritora argentina Gabriela Cabezón Cámara, fazem parte das 11 obras estrangeiras que aspiram à premiação.

Também estão na lista "Daughters" ("Filhas"), da alemã Lucy Fricke, "Madame Hayat", do turco Ahmet Atlan, e o primeiro romance do designer escocês Douglas Stuart, "Shuggie Bain". Este último venceu o Booker Prize de 2020 e foi finalista do National Book Award, ambos americanos.

O júri também anunciou as 13 obras que aspiram ao prêmio em francês, entre elas, "Le premier exil", do roteirista e escritor argentino radicado na França Santiago Amigorena.

Os prêmios Médicis para romances em francês, estrangeiros e ensaios serão entregues em 26 de outubro.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.