Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Percepção da segurança Suíça é uma ilha de tranquilidade

A cada grupo de dez pessoas que vivem na Suíça, oito se sentem em segurança. É o que afirma um estudo de 2015, feito de quatro em quatro anos, divulgado pela Conferência dos Comandantes das Polícias Cantonais (CCPCS). A pesquisa sublinha que essa percepção aumentou nos últimos quatro anos.

A imagem de uma Suíça tranquila foi confirmada pela Pesquisa sobre Segurança 2015. 

(Keystone)

85,3% das pessoas questionadas se sentem em segurança na rua, inclusive à noite. Essa porcentagem vem aumentando desde que a primeira pesquisa em 2000, constata a Pesquisa Suíça sobre a Segurança 2015Link externo, apresentada em Berna, capital suíça.

Para Stefan Blätter, presidente da CCPCS, “o resultado é gratificante, porém nosso trabalho é fazer com que todas as pessoas se sintam em segurança na Suíça. Fazemos todo o possível para atingir esse objetivo”.

A pesquisa realizada há 30 anos permite conhecer a evolução da criminalidade na Suíça. “A tendência nos últimos anos é de queda no número de infrações”, afirma o professor Martin Killias, responsável do estudo.

2,1% menos de ataques

N pesquisa, realizada com uma amostra de 2.000 pessoas, 7,9% dizem que foram vítimas de fato ou de ameaças nos últimos cinco anos.  É 2,1% menos do que em 2011, quando da pesquisa precedente.

As pessoas com menos de 39 anos são as mais afetadas, tendência já observada anteriormente e que Blätter atribui ao fato dos jovens saírem mais. Em 2015, não houve diferença significativa entre homens e mulheres com menos de 39 anos.

As estatísticas mostram redução em quase todos os tipos de infrações, comparadas a 2011, com exceção dos atos de vandalismo, roubos e assaltos à mão armada (+04%). “Apesar da redução das infrações, um maior número de pessoas pensa ser provável que seu domicílio seja objeto de roubo no ano este ano (+7,7%), constata a pesquisa.

Campanhas de segurança

O texto também aborda o tema das campanhas contra a delinquência e precisa que quase 60% das pessoas questionadas confirmaram conhecer alguma campanha contra infrações.  Um exemplo é 9,3% das pessoas dizem que estão mais prudentes com a Internet e 8% tomaram alguma medida para evitar roubos. 

“Os dados mostram que as mensagens são interiorizadas pela população”, afirma Martin Boess, diretor de Prevenção Suíça do Crime.

Confiança na polícia

A sondagem 2015 constata ainda que 87,9% das pessoas questionadas confiam na polícia suíça, inclusive entre as pessoas com menos de 26 anos.  

As pessoas que participaram da pesquisa foram questionadas sobre o sentimento subjetivo de segurança, a percepção que têm da polícia e se sofreram algum tipo de infração.

A pesquisa foi realizada pelo instituto de sondagens gfs-zurich entre maio e setembro de 2015. O índice de respostas foi de 66,5%.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.