Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Perspectiva inversa Refugiado do Sri Lanka retrata tradições suíças

Sasi Subramaniam, um refugiado do Sri Lanka, tirou seu diploma de formação como fotógrafo com uma tese sobre costumes na Suíça. Ele fotografou 16 festivais e costumes folclóricos em vários cantões do país.

Sasi SubramaniamLink externo trabalhou como jornalista e repórter de guerra no Sri Lanka antes de ser forçado a fugir em 2008 e veio para a Suíça. Juntamente com sua esposa, ele foi designado pelas autoridades para o cantão de Glarus, onde ele até hoje vive e trabalha. "Cultura e rituais populares nunca me interessaram", Sasi me disse quando nos encontramos em Glarus. "Eu nem sequer conheço os costumes do meu povo, eu era obcecado pela política."

Em 2010, ele foi contratado por uma editora para contribuir com as fotografias para um livro sobre os costumes do cantão de Glarus. Ele já havia trabalhado na região como fotógrafo freelancer para jornais regionais. Neste trabalho ele percebeu que observar os humanos e seus rituais com a câmera lhe fazia bem: "Isso ajudou a aliviar a dor em chamas no peito e me deu acesso a esse estranho mundo".

Em suas fotos, ele não quer apenas colocar a tradição e os costumes no centro. Subramaniam presta especial atenção a pequenos detalhes captados no momento certo, onde a composição, a expressão facial, a luz estão em harmonia: "O que eu mais gosto é das crianças, que levam esses festivais folclóricos super à sério e participam deles com um enorme entusiasmo".