Perspectivas suíças em 10 idiomas
press review

Notícias do Brasil, Portugal e África lusófona

O resumo semanal apresenta a cobertura da mídia suíça sobre tendências políticas e de negócios nos países de língua portuguesa. O boletim informativo oferece pontos de vista suíços relevantes para negócios e vida, ajudando a formar uma perspectiva global sobre essas questões.

Seja bem-vindo à nossa página de análise da imprensa suíça. Criada especificamente para falantes de português, esta seção oferece um resumo das notícias e opiniões mais recentes publicadas em jornais, revistas e portais do país.

Mantenha-se informado sobre política mundial, questões econômicas internacionais e muito mais. Tudo convenientemente resumido em uma única página.

Aqui estão as nossas últimas edições:

6 a 12 de julho de 2024:

Tirando os destaques da Copa América, o Brasil continuou tomando espaço nas manchetes suíças graças ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

Enquanto o caso da venda de joias da Presidência, que teve novos capítulos na semana anterior, continuou repercutindo nas mídias helvéticas, um novo caso criminal chamou a atenção. As suspeitas de espionagem de opositores e jornalistas, entre outros, por parte das agências de inteligência do governo Bolsonaro, junto com o chamado ‘Gabinete do Ódio’ foram notícia em todas as línguas da Suíça.

Para completar, a visita do presidente argentino Javier Milei ao Brasil foi vista como uma provocação bem antidiplomática. Milei não foi ao Brasil em visita oficial, em que o protocolo demandaria que se encontrasse com seu homólogo brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, mas sim para a CPAC, uma conferência de grupos de extrema-direita onde Jair Bolsonaro é estrela. E foi com Bolsonaro que Milei posou para as fotos.

Por fim, uma reportagem de nosso colega da SWI swissinfo.ch Anand Chandrasekhar sobre novas medidas da indústria cafeeira suíça em prol dos pequenos produtores, repercutiu em outros veículos locais – e, como principal produtor de caf´€ no mundo, o Brasil tem especial interesse em verificar como as novas orientações afetarão os negócios.

Mostrar mais
Milei de mãos dadas e erguidas com Jair Bolsonaro

Mostrar mais

Descortesia diplomática

Este conteúdo foi publicado em O ex-presidente Jair Bolsonaro continuou a chamar a atenção das manchetes suíças essa semana: ao caso de espionagem contra opositores durante sua gestão juntou-se o encontro com o presidente argentino Javier Milei, esnobando a cúpula do Mercosul no Paraguai.

ler mais Descortesia diplomática

29 de junho a 5 de julho de 2024:

O caso do desvio de joias pelo ex-presidente Jair Bolsonaro e o escândalo envolvendo a venda de submarinos ao Brasil pela empresa de defesa francesa Thales fizeram manchetes nos jornais suíços nessa semana. 

A Polícia Federal do Brasil recomendou que o ex-presidente Jair Bolsonaro seja acusado de lavagem de dinheiro e outros delitos como parte de uma investigação sobre a suposta apropriação indébita de joias com diamantes doadas pela Arábia Saudita, informou a agência de notícas suíça ATS na quinta-feira. 

O grupo suíço de commodities Trafigura e a empresa de engenharia ProMarks, especializada no setor de energia, querem construir uma grande rede de transmissão e fornecimento de eletricidade em Angola, informou o site suíço de notícias econômicas Cash.ch na quinta-feira. Os dois sócios assinaram uma carta de intenções com o governo angolano para a realização de um estudo de viabilidade. 

O Brasil registrou 13.489 focos de incêndio no primeiro semestre do ano na Amazônia, o pior número em vinte anos, de acordo com dados de satélite disponíveis na segunda-feira. 

Isso representa um aumento de 61% em relação ao ano passado, um aumento que os especialistas atribuem especialmente à seca histórica que atingiu a maior floresta tropical do planeta no ano passado, noticiou a principal agência de notícias da Suíça, a SDA/ATS. 

O grupo francês de defesa Thales, um dos maiores do mundo, que já foi acusado de corrupção, foi alvo de buscas esta semana em vários países europeus como parte de duas investigações sobre a venda de equipamentos militares no exterior. Segundo a reportagem, publicada pelo jornal suíço de língua francesa “Tribune de Genève”, durante uma visita oficial do presidente francês Nicolas Sarkozy ao Rio de Janeiro em 2008, a França e o Brasil assinaram um contrato para a venda de quatro submarinos de propulsão convencional da classe Scorpene, avaliados na época em 5,2 bilhões de euros. Os submarinos deveriam incorporar componentes da Thales, um dos principais grupos de defesa do mundo, especializado em equipamentos para a indústria aeroespacial, segurança, defesa e transporte terrestre. Três deles já foram entregues. 

Mostrar mais
imagem

Mostrar mais

Casos de corrupção no Brasil chamam a atenção da Suíça 

Este conteúdo foi publicado em De 29 de junho a 5 de julho de 2024, vasculhamos a imprensa suíça para dar uma visão geral das notícias mais importantes que tiveram Brasil, Portugal ou África lusófona como tema.

ler mais Casos de corrupção no Brasil chamam a atenção da Suíça 

22 a 28 de junho de 2024

A aliança dos países do Brics, liderada por China e Rússia, ganha importância global com novos membros e interesse de vários países. Representando 45% da população mundial e um terço da produção econômica global, o Brics busca alternativas às alianças ocidentais, oferecendo vantagens econômicas e comerciais como acesso aos mercados da China e da Índia e financiamento do Novo Banco de Desenvolvimento. Embora enfrente desafios estruturais e dependa ainda do dólar americano, o Brics está mudando a diplomacia global, forçando o Ocidente a reconsiderar suas estratégias econômicas e diplomáticas.

Seraina Gross, em um editorial publicado no jornal econômico “Handelzeitung”, argumenta que a Suíça deve reformar sua legislação sobre engenharia genética para vê-la como uma oportunidade, não uma ameaça. Ela critica a rigidez atual, que aceita OGMs importados mas restringe os locais, prejudicando a inovação científica e agrícola. Gross defende uma legislação mais liberal que aproveite tecnologias como Crispr para beneficiar a ciência e a indústria suíças.

E voltando diretamente ao Brasil, o jornal francófono Le Temps, um dos mais importantes da Suíça, tratou da questão da liberalização da maconha. “…O Supremo Tribunal Federal decidiu descriminalizar a posse de maconha para uso pessoal, mantendo-a como “ato ilícito” sem penalidades criminais. A quantidade máxima permitida ainda será definida. A decisão visa corrigir injustiças na diferenciação entre usuários e traficantes, mas enfrenta oposição conservadora e um projeto de emenda constitucional que busca criminalizar a posse de qualquer droga…”

Estes foram alguns dos temas tratados durante a semana…Leia a nossa revista de imprensa clicando o link abaixo.

Mostrar mais
Representantes oficiais dos países do Brics sentados em uma mesa

Mostrar mais

Brics mostram sua força

Este conteúdo foi publicado em Nesta semana a imprensa suíça tratou de diferentes temas ao abordar a realidade no mundo lusófono. Na agenda: o crescimento de importância do Brics.

ler mais Brics mostram sua força

15 a 21 de junho de 2024

A controvérsia em torno do Projeto de Lei 1904/2024 que equipara o aborto, mesmo em caso de estupro, ao crime de homicídio – e ´com penas ainda mais severas que o crime de estupro – repercutiu nas mídias suíças em todas as línguas. Mesmo o diário zuriquenho Neue Zürcher Zeitung (NZZ), tradicionalmente conservador, relatou a história com dados alarmantes.

A Nestlé, o maior grupo de café do mundo, prometeu que, a partir de 2025, só venderá café que tenha sido obtido de forma “responsável”. O Plano Nescafé, lançado em 2010, supostamente melhorou a vida de centenas de milhares de pessoas envolvidas no cultivo do café. Mas um novo relatório da agência de jornalismo investigativo Public Eye revela uma realidade diferente: aqueles que participaram desse programa no Brasil e no México mal conseguem viver do cultivo do café.

Um total de 199,1 milhões de hectares pegou fogo pelo menos uma vez entre 1985 e 2023 – isso corresponde a 23% da área terrestre do país sul-americano, de acordo com um relatório publicado na terça-feira (horário local) pela iniciativa “MapBiomas”. A rede – composta por universidades, organizações não governamentais e empresas de tecnologia – examinou, entre diversos outros registros, imagens de satélite captadas ao longo dos anos.

E por fim, o Théâtre Vidy de Lausanne apresentou essa semana a peça “Antígona na Amazônia”, do diretor suíço Milo Rau, abordando as questões de sobrevivência dos povos indígenas do Brasil.

Mostrar mais
Manifestação pró-aborto em São Paulo

Mostrar mais

“Criança não é mãe, estuprador não é pai”

Este conteúdo foi publicado em Deu na imprensa suíça: projeto de lei anti-aborto chocou a mídia conservadora; café da Nestlé fal mal a quem o produz; Brasil queimou 23% do seu território, e teatro de Lausanne encena tragédia da Amazônia.

ler mais “Criança não é mãe, estuprador não é pai”

8 a 14 de junho de 2024

A recusa do presidente brasileiro em tomar parte da conferência para a paz na Ucrânia, organizada pela Suíça no ressort alpino Bürgenstock, fez as manchetes de todos os jornais na Suíça.

Em Genebra, a presidente da Confederação Suíça, Viola Amherd, tentou em vão convencer seu homólogo brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, a participar da conferência sobre a Ucrânia em Bürgenstock (NW). O Brasil enviará sua embaixadora em Berna para participar da reunião. 

E o presidente do Brasil continuou chamando a atenção da mídia suíça ao dizer que a exploração de petróleo em alto-mar perto da foz do Amazonas representava uma “oportunidade” a ser aproveitada, apesar das críticas ferozes dos ambientalistas. 

Enquanto isso, às escondidas, o linguista, intelectual, escritor e ativista americano Noam Chomsky, de 95 anos, está internado em um hospital no Brasil depois de sofrer um derrame há cerca de um ano. 

Sua esposa, a linguista brasileira Valéria Wasserman, revelou o estado de saúde do marido, mantido em segredo até agora.

Mostrar mais
Imagem

Mostrar mais

Lula dá bolo à conferência de paz na Suíça

Este conteúdo foi publicado em De 8 a 14 de junho de 2024, vasculhamos a imprensa suíça para dar uma visão geral das notícias mais importantes relacionadas ao Brasil, Portugal e África lusófona.

ler mais Lula dá bolo à conferência de paz na Suíça

1 a 7 de junho de 2024

Temas diversos nesta semana. Começamos por Chatbots e eleições. Plataformas conhecidas como Gemini, Copilot e Chat-GPT divulgaram informações falsas sobre eleições europeias, incluindo datas erradas e instruções inventadas sobre votação por correio, causando potenciais mal-entendidos.

E então passamos para agricultura: escassez de suco de laranja. A seca no Brasil aumentou os preços do suco de laranja. Empresas suíças mantêm o fornecimento com parcerias e buscam alternativas como Europa e Marrocos para garantir o abastecimento.

E então chegamos nos suíços do estrangeiro: o imigrante Etienne Vogel teve sucesso em corridas no Recife, vencendo sua categoria na “Corrida das Pontes” e ficando em 3º na “Night Run”, após emigrar há dois anos e meio para o Brasil.

Viatina-19: Vaca mais cara: Viatina-19, uma vaca Nelore vendida por quase 4 milhões de dólares, destaca-se pela genética superior e fertilidade. A pecuária brasileira, apesar de importante, contribui para o desmatamento e emissões de gases de efeito estufa.

Mostrar mais
Um homem com chapéu e um boi

Mostrar mais

A vaca de 4 milhões de dólares

Este conteúdo foi publicado em Além da vaca mais cara do planeta, a imprensa suíça também destacou temas como IA, escassez de laranjas e a vinda de Lula à Suíça.

ler mais A vaca de 4 milhões de dólares

25 a 31 de maio de 2024

Questões de diplomacia: imprensa suíça destaca a retirada do embaixador do Brasil em Tel Aviv, e a decisão do governo Lula de não participar da conferência de paz sobre a Ucrânia a se realizar em duas semanas na cidade suíça de Bürgenstock.

Portugal, no entanto, segue o caminho oposto, alinhado à União Europeia.

Enquanto isso, cientistas que monitoram as queimadas nos biomas brasileiros desde 2019 registraram que em 2023, pela primeira vez, o cerrado brasileiro sofreu mais desmatamento que a floresta amazônica.

Mostrar mais
Acampamento contra a guerra em Gaza. Estudantes da Universidade de São Paulo repetiram o modelo de manifestação que tomou universidades em diversos países, não só na Europa e Estados Unidos.

Mostrar mais

Questões de diplomacia

Este conteúdo foi publicado em O Brasil retirou seu embaixador em Israel e não vem à Suíça para a conferência de paz da Ucrânia. Já Portugal anunciou ajuda militar a Kiev. Enquanto isso, o cerrado arde.

ler mais Questões de diplomacia

18 a 24 de maio de 2024

Desmatamento no banco dos réus após enchentes históricas no Brasil 

Após as enchentes históricas na região do Rio Grande do Sul, no Brasil, os especialistas estão apontando o dedo para o desmatamento na região, que perdeu 22% de sua vegetação nativa desde 1985. Eles acreditam que isso explica a extensão dos danos. 

Entretanto, o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva não vai viajar para a cúpula de paz para a Ucrânia a ser realizada na Suíça. Isso deixa um gosto amargo para a Suíça: sua participação teria dado à conferência uma amplitude muito necessária. 

O sol pelo menos brilhou para a queijaria de Corcelles-le-Jorat, que ganhou a medalha Super Ouro no Mundial do Queijo em São Paulo, no 3º concurso para produtores de queijos e laticínios. Didier Bovet ganhou o prêmio com seu Gruyère DOP de reserva de 11 meses. 

Mostrar mais
Imagem

Mostrar mais

Desmatamento no banco dos réus no Brasil 

Este conteúdo foi publicado em Nesta semana, de 18 a 24 de maio de 2024, vasculhamos a imprensa suíça para dar uma visão geral das notícias mais importantes relacionadas ao Brasil, Portugal e África lusófona.

ler mais Desmatamento no banco dos réus no Brasil 

11 a 17 de maio de 2024

O tema da semana continua a ser as enchentes no sul do Brasil, com duas milhões de pessoas afetadas, 140 mortes e muitos desaparecidos. O governador Eduardo Leite enfrenta este desafio histórico, destacando-se pela gestão de crises e propondo um “Plano Marshall” para a reconstrução do estado. As autoridades enfrentam problemas de segurança e infraestrutura danificada, com centenas de cidades submersas e milhares de pessoas desabrigadas. A deputada-federal Fernanda Melchionna descreve a situação como grave, com contínuos esforços de resgate e condições difíceis.

Simultaneamente, os preços do café Arábica e Robusta atingiram níveis recordes devido a mudanças climáticas e condições de trabalho nos países produtores. Com blends até 75% mais caros, a produção de café enfrenta desafios como desmatamento e emissões de CO2, podendo metade das terras cultiváveis se tornar inutilizáveis até 2050. Alternativas sustentáveis estão surgindo para mitigar esses problemas e promover um mercado mais sustentável.

Na política externa sul-americana, há divisões em relação ao conflito em Gaza. Líderes como Gustavo Petro e Luiz Inácio Lula da Silva criticam Israel, enquanto Javier Millei, da Argentina, apoia fortemente Israel, refletindo diferentes históricos e contextos políticos. Essas posições demonstram como as relações internacionais e as perspectivas políticas variam significativamente dentro do continente.

Mostrar mais
Dois homens conversand

Mostrar mais

Uma vista do multilateralismo

Este conteúdo foi publicado em O sul do Brasil permanece nas manchetes na Suíça por causa das enchentes, destacando a atuação do governo e as soluções climáticas, além de analisar o impacto do multilateralismo brasileiro na política externa europeia.

ler mais Uma vista do multilateralismo

4 a 10 de maio de 2024

O planeta em desequilíbrio: essa é a mensagem transmitida pela somatória de imagens das enchentes no Sul do Brasil. Essa tragédia climática, assim como todas as outras que têm se tornado comuns nos últimos poucos anos, não pode ser vista isoladamente. Enquanto o Rio Grande do Sul se afoga, cientistas do mundo todo alertam que a meta de controle da temperatura global, de 1,5 graus Celsius, está prestes a ser ultrapassada – se é que já não o foi.

Enquanto isso, as cegonhas parecem estar desistindo de sua migração anual para a África devido ao calor extremo no sul, e têm preferido ficar em Portugal. Já na costa Atlântica, recordes de surfe continuam a ser batidos em Nazaré, mas a certificação leva tempo.

Por fim, reproduzimos em versão editada o depoimento da antropóloga brasileira Debora Diniz, que auxilia mulheres e meninas em busca de aborto – cuja prática ainda é ilegal no Brasil. Ameaçada de morte, ela se mudou para Nova York onde continua seu trabalho via mídias sociais, e de onde ela conversou com a revista semanal zuriquenha Das Magazin.

Mostrar mais
Moradores de uma comunidade ribeirinha carregam alimentos e recipientes com água potável após serem distribuídos pela ação de ajuda humanitária do estado devido à seca contínua e às altas temperaturas que afetam a região do rio Solimões, em Careiro da Várzea, estado do Amazonas, Brasil, terça-feira, 24 de outubro de 2023.

Mostrar mais

Planeta em turbulência

Este conteúdo foi publicado em As mídias suíças acompanham as inundações no sul do Brasil, relacionando a tragédia com o superaquecimento do planeta o qual tem provocado outros fenômenos.

ler mais Planeta em turbulência

27 de abril a 3 de maio de 2024

Inundações no sul do Brasil e visita do chanceler brasileiro à Suíça fizeram as manchetes dos jornais suíços esta semana. 

O mau tempo no sul do Brasil deixou pelo menos dez pessoas mortas, de acordo com as autoridades locais, que afirmam que 21 pessoas ainda estão desaparecidas. Cerca de 3.400 pessoas em mais de 100 municípios do estado do Rio Grande do Sul foram evacuadas, a maioria delas transferida para alojamentos de emergência, de acordo com a Defesa Civil, que informou que 194.110 pessoas foram afetadas e 11 ficaram feridas. 

O Conselheiro Federal Ignazio Cassis encontrou-se com o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Luiz Ieker Vieira, em Solothurn, na terça-feira, para uma reunião oficial de trabalho. As discussões se concentraram nas relações entre os dois países e nas crises políticas. 

O Brasil conta muito com o comércio com a Suíça, disse o ministro brasileiro, que também se encontrou com o conselheiro federal Guy Parmelin, chefe do Departamento Federal de Assuntos Econômicos, Educação e Pesquisa, na manhã de terça-feira. Os países da EFTA (Suíça, Islândia, Liechtenstein e Noruega) estão negociando há anos um acordo de livre comércio com o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai). 

Os convites para a cúpula de paz para a Ucrânia estão a caminho. Espera-se que a lista de convidados inclua cerca de cem países. Os europeus e, de forma mais ampla, o campo “ocidental” estão a bordo. Quanto aos países do Sul, “todos os sinais são positivos”, disse Ignazio Cassis na coletiva de imprensa em Solothurn com seu colega brasileiro Mauro Luiz Ieker Vieira. O Conselho Federal pretende convidar Luiz Inácio Lula da Silva, explicou o Ministro das Relações Exteriores do Brasil. E ele virá? Espero que sim”, respondeu o ministro. O Brasil apóia todos os esforços de paz”. O objetivo é levar os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) à mesa de negociações.

Mostrar mais
Imagem

Mostrar mais

Brasil inunda imprensa suíça 

Este conteúdo foi publicado em Nesta semana, de 27 de abril a 2 de maio de 2024, vasculhamos a imprensa suíça para dar uma visão geral das notícias mais importantes relacionadas ao Brasil, Portugal e África lusófona.

ler mais Brasil inunda imprensa suíça 

20 a 26 de abril de 2024

O principal tema da revista de imprensa desta semana foi a Revolução dos Cravos de 25 de abril de 1974Link externo, um evento que marcou o fim do regime fascista de Salazar em Portugal, trazendo liberdade e transformações significativas ao país.

A narrativa pessoal do autor de um dos artigos retratados reflete como seu avô sofreu sob o regime, enfrentando prisão por criticar o governo, e como a queda de Salazar aliviou a família, mas também deixou um legado de luta e sobrevivência.

Já o jornal francófono Le Temps discutiu as mudanças na comunidade portuguesa na Suíça pós-revolução, notando uma diversificação nas opiniões políticas, incluindo apoio a partidos extremistas, refletindo as transformações políticas e econômicas em Portugal.

Por fim, o Tribuna de Genebra salienta a importância histórica da revolução na transição para a democracia, ao mesmo tempo em que menciona desafios contemporâneos como o trauma das guerras coloniais e o ressurgimento da extrema direita, questionando a estabilidade dos ideais democráticos e o legado da revolução.

Mostrar mais
Idosos suíços passeando nas montanhas.

Mostrar mais

O que diz a imprensa suíça?

Este conteúdo foi publicado em Nesta semana, de 20 a 26 de abril de 2024, vasculhamos a imprensa suíça para dar uma visão geral das notícias mais importantes relacionadas ao Brasil, Portugal e África lusófona.

ler mais O que diz a imprensa suíça?
Mostrar mais

Esta lista reúne as notícias mais relevantes abordando o Brasil, Portugal e a África lusófona e publicadas na mídia helvética. Ela é constantemente atualizada. 

Se você quiser saber mais sobre a Suíça, clique no link abaixo: um site prático para apresentar a estrangeiros, turistas e suíços expatriados dicas e informações atualizadas sobre a vida no país dos Alpes.

Mostrar mais

Mostrar mais

Guia da Suíça

Um site prático para apresentar a estrangeiros, turistas e suíços expatriados dicas e informações atualizadas sobre o país dos Alpes. Seis seções – da vida diária à política – unindo explicações práticas e contextualizações para oferecer uma plataforma sobre os diferentes aspectos da sociedade helvética. Seja a nacionalidade suíça ou a procura de um restaurante em Zurique: o “Guia” irá ajudá-los!

ler mais Guia da Suíça

Outros artigos investigativos, bem como reportagens detalhadas, foram adaptados com um conteúdo especial para nosso público de língua portuguesa. Veja abaixo alguns exemplos:

O país do leite já importa até queijo

A questão do ouro ético na perspectiva de um refinador suíço

Como está a economia helvética: a análise do segundo trimestre

Dentista: um luxo para um número crescente de suíços

Como a polícia suíça conquista a confiança da população

Conteúdo externo
Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Quase terminado… Nós precisamos confirmar o seu endereço e-mail. Para finalizar o processo de inscrição, clique por favor no link do e-mail enviado por nós há pouco
Nossa newsletter sobre o que a imprensa suíça escreve sobre o Brasil, Portugal e a África lusófona.

Um resumo das notícias e opiniões mais recentes publicadas em jornais, revistas e portais da Suíça.

Toda semana

A política de privacidade da SRG SSR oferece informações adicionais sobre o processamento de dados. 

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR