Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Pesquisa científica Energia térmica pesquisada em caverna

Um laboratório de pesquisa subterrâneo para estudar o uso a longo prazo da energia geotérmica foi aberto nos Alpes suíços.

Workers in an underground tunnel

O laboratório está situado a 1,5 km abaixo da superfície em um túnel abandonado no Vale Bedretto

(© Ti-press)

O Instituto Tecnológico Federal de Zurique (ETH) diz que as instalações - situadas em um túnel de acesso abandonado das ferrovias Matterhorn Gotthard, no Vale do Bedretto - são as primeiras do mundo.

Em cooperação com parceiros nacionais e internacionais, o ETH instalou sete estações sísmicas adicionais em torno do laboratório.

O projeto BedrettoLink externo quer mostrar que a construção de um trocador de calor sustentável ao longo de várias décadas pode ser planejado e controlado com o auxílio de processos de estimulação hidráulica.

Os experimentos devem começar em julho, e serão realizados em escalas maiores (centenas de metros) em comparação a um projeto anterior próximo ao Desfiladeiro de Grimsel, também situado na região alpina do país. O projeto Grimsel ISCLink externo realizou com sucesso experimentos de injeção de fluido em rocha cristalina, de acordo com os pesquisadores.

"A escala maior implica furos mais longos, que permitem a realização de experimentos mais realistas, aplicando diferentes conceitos de estimulação", disse o Centro Suíço de Competência para Pesquisa de Energia - Fornecimento de Eletricidade.

"O projeto Bedretto aborda questões associadas com a utilização sustentável de trocas de calor em subsolo profundo", disse o Serviço Sismológico do ETHLink externo.

A construção do laboratório Bedretto deve custar cerca de 20 milhões de francos suíços (US$ 20 milhões) e permitir que os pesquisadores realizem testes dentro do túnel de 5,2 km durante dez anos.

Computer on a table in an underground lab
(© Ti-press)


swissinfo.ch/fh

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.