Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Pilotos também sofrem de alcoolismo

Pesquisa feita na Alemanha e revelada pelo jornal suíço "Dimanche CH" indica que mais de 7 p/cento dos pilotos tem problemas de alcoolismo. A companhia suíça Swissair confirma esses números e a Crossair faz uma estimativa um pouco menor.

O estudo na Alemanha foi feito pelo Dr.Bernard Mäulen, especialista em tóxicodependência, concluiu que, em média, mais de 7 p/cento dos pilotos de linha bebem em serviço. Com base nesse estudo, o jornal "Dimanche CH" questionou as duas maiores companhias aéreas suíças.

A Swissair confirma os dados afirmando que entre 5 a 8 p/cento do pessoal de cabine da empresa têm esse tipo de problema. A Crossair, segunda maior companhia aérea suíça, afirma que esses dados são ligeiramente inferiores e reconhece que, recentemente, despediu dois pilotos por problemas de alcolismo. Na Swissair, vários pilotos tiveram que fazer tratamentos de desintoxicação.

O "Dimanche CH" fez os cálculos e afirma que mais de 100 pilotos das companhias suíças sofrem de alcoolismo. Segundo o Dr.Alex Duffner, médico suíço especialista em toxicologia, vários fatores explicam esse fenômeno: alto grau de estresse, pouco contato social, ausências freqüentes horários irregulares.

A legislação não proibe os pilotos de beber durante o vôo e sim 8 horas antes da decolagem, segundo a Divisão suíça da aviação civil, que afirma que o problema mereceria uma regulamentação internacional.


swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.