Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Piscicultores suíços abusam de antibióticos

(swissinfo.ch)

Pesquisa dos químicos estaduais indica que 1 em cada 6 peixes criados na Suíça é impróprio para consumo. Os peixes importados de outros países europeus estão dentro da norma legal.

Em matéria de piscicultura, a apelação suíça não é sinônimo de qualidade. Os peixes criados nas pisciculturas suíças têm uma quantidade muito grande de traços de antibióticos. 25% da produção ultrapassam as normas e 1 em cada 6 não deveria ser consumido.

Antibióticos estão proibidos

A constatação foi feita em todo o país pelos químicos estaduais. Eles analisaram amostras retiradas das pisicculturas mas também das peixarias. Escolheram a família dos salmonídeos (trutas, salmões etc), mais comuns nas psiculturas suíças.

Analisaram também amostras de peixes importados de pisciculturas de vários países europeus e constataram que o peixe importado não continha antibióticos.

Desde 1999, o uso de antibióticos na alimentação animal está estritamente proibido na Suíça. A proibição abrange a produção de carnes mas também de peixes. A única exceção é o uso dos antibióticos para tratamentos, com controle veterinário.

Uso indevido

No caso das pisciculturas, essa regra não está sendo respeitada. "Reina um certo amadorismo nas pisciculturas suíças", afirma Bernard Klein, um dos químicos que participou da redação do relatório final.

Os tratamento estão sendo mal feitos e com dosagem exagerada ou não se respeita o prazo de absorção antes da comercialização, constata o relatório dos químicos.

Resistência do organismo

"Os peixes são vulneráveis e existe uma certa promiscuidade nas pisciculturas que favorece o surgimento de epidemias", diz Klein. Ele afirma, no entanto, que é possível criar peixes sem antibióticos como vem ocorrendo em outros países europeus.

Os alimentos que contém antibióticos não matam mas o perigo é que podem aumentar a resistência do organismo contra os próprios antibióticos, quando um tratamento é indispensável.

Os químicos cantonais vão manter o controle das pisciculturas e fazer uma campanha de informação dos profissionais. Os infratores incorrem a penas de prisão e multas de até fr. 20 mil (€ 13.5 mil).

swissinfo com agências


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×