Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Crise de Refugiados Suíça cobra solidariedade europeia

asylum seekers


(Keystone)

A ministra suiça da Justiça, Simonetta Sommaruga, quer que todos os países europeus honrem suas cotas como parte de uma promessa da União Europeia de redistribuir cerca de 160 mil requerentes de asilo.

Em uma reunião dos ministros europeus em Bruxelas na quinta-feira (14), Sommaruga disse que a Suíça cumprirá a promessa de acolher 1500 refugiados da Itália e da Grécia até o final deste ano.

"O programa só funciona se todos atuarem da mesma maneira", disse. "A [recusa de honrar as cotas] me irrita porque não podemos criar uma política de migração europeia sem solidariedade".

Sommaruga também pediu que os membros da UE apoiem os migrantes que estão dispostos a retornar voluntariamente ao seu país de origem. A Suíça fornece apoio financeiro aos programas de retorno voluntário e reintegração (AVRR) da Organização Internacional para Migração (OIM). Mais de 38 mil migrantes foram assistidos com retorno voluntário pela OIM no primeiro semestre de 2017, dos quais 73% estavam no Espaço Econômico Europeu e na Suíça.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×