Começa a corrida pelas cadeiras vagas no Senado suíço

O Senado é a câmara do Parlamento que representa os interesses dos 26 cantões suíços. Gaetan Bally/Keystone

Justamente quando se pensava que as eleições para o Parlamento suíço tinham acabado, o suspense continua em muitas partes do país com o segundo turno das eleições para o Senado este mês.

Este conteúdo foi publicado em 05. novembro 2019 - 10:00

As eleições parlamentares de 20 de outubro resultaram em ganhos esmagadores para os partidos verdes e causaram um choque para a direita e a esquerda políticas na Suíça, já que ambos perderam assentos na Câmara dos Deputados. Foi também um resultado histórico para as mulheres que aumentaram sua representação em 10% para um recorde de 42%.

A questão agora é se a chamada "onda verde" será confirmada no segundo turno das eleições para o Senado, que acontecerá nos próximos quatro domingos em 13 dos 26 cantões do país.

O novo parlamento se reunirá em sua primeira sessão em 2 de dezembro.

Por que são necessárias as votações de segundo turno?

End of insertion

Porque, até agora, só foi possível atribuir 24 dos 46 lugares do Senado. Em todos os outros casos, nenhum dos candidatos obteve a necessária maioria absoluta de mais de 50% dos votos expressos na primeira rodada.


Utilizamos aqui as abreviações em alemão dos partidos políticos. CVP - Partido Democrata Cristão; FDP - Partido Radical Liberal; PV - Partido Verde; SP - Partido Socialista; SVP - Partido Popular Suíço; indep. - Sem partido, mas afiliado ao SVP.

End of insertion

O que está em jogo?

End of insertion

As eleições são decisivas para a composição do Senado nos próximos quatro anos. Cada cantão suíço envia dois representantes para a câmara de 46 membros. Os seis chamados semicantões têm um lugar cada um.

Ao contrário da Câmara dos Representantes com 200 lugares, o Senado está organizado em menor medida segundo linhas político-partidárias, mas representa os interesses dos cantões. No entanto, o Senado e a Câmara têm os mesmos poderes.

A adoção de uma lei, por exemplo, precisa da aprovação de ambas as câmaras e elas se reúnem em uma sessão conjunta para eleger os ministros do governo.


Será que o Senado vai ficar verde e tornar-se mais feminino?

End of insertion

Espera-se que os Verdes obtenham novos ganhos em detrimento dos socialistas, de acordo com os especialistas.

No entanto, é seguro dizer que os democratas-cristãos centristas continuarão a ser o partido mais forte no Senado, à frente dos liberais (FDP) de centro-direita. Na melhor das hipóteses, os Verdes podem esperar aumentar o número de lugares para seis no corpo de 46 deputados. O Partido Popular Suíço, de direita, o principal grupo da Câmara, detém atualmente apenas cinco lugares no Senado.

As previsões sobre o impacto na política parlamentar nos próximos quatro anos permanecem vagas, por uma razão. No sistema multipartidário suíço, são necessários pelo menos três grupos diferentes para chegar a um acordo sobre uma proposta concreta, a fim de obter maiorias tanto na Câmara como no Senado.

Porque o segundo turno está escalonado ao longo de quatro fins-de-semana?

End of insertion

As eleições para o parlamento nacional são organizadas separadamente nos cantões, refletindo o grau de autonomia no sistema federalista suíço.

Os analistas observarão se um grupo anteriormente dominante terá de abdicar de parte do seu poder, se novos entrantes conseguirão destituir membros de partidos tradicionais ou se as mulheres serão eleitas pela primeira vez para o Senado.


Que papel tem a comunidade suíça no estrangeiro?

End of insertion

Os cidadãos suíços no exterior são, em princípio, elegíveis para participar das eleições parlamentares se se inscreverem em um dos cantões. Mas, de acordo com o sistema federalista, 13 dos 26 cantões não permitem que eleitores suíços expatriados participem das eleições para o Senado.

Não há opção de voto eletrônico e os participantes devem usar a entrega postal ou viajar para a Suíça para depositar suas cédulas de votação.

A Organização dos Suíços no Exterior, que representa os interesses da comunidade expatriada, publicou recomendações para candidatos individuais em eleições de segundo turno.




Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo