Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Jovens consomem cada vez mais álcool

Consumo de álcool e cigarros é comum entre os jovens na Suíça.

(Keystone)

Diariamente na Suíça cerca de seis jovens dos dois sexos são internados nos hospitais devido à intoxicação alcoólica ou dependência. O problema está se tornando cada vez maior no país.

Essa é a conclusão de um estudo realizado pelas autoridades competentes.

Diariamente na Suíça cerca de seis jovens ou meninas são internados no hospital devido à intoxicação alcoólica ou dependência. O problema está se tornando cada vez maior no país. Essa é a conclusão de um estudo realizado pelo Instituto Suíço de Prevenção do Alcoolismo e outras Toxicomanias (francês e alemão).

A internação de adolescentes dos dois sexos aumentou fortemente em comparação com os números dos anos passados. A situação foi analisada pelo Instituto Suíço de Prevenção do Alcoolismo e outras Toxicomanias (ISPA, na sigla em francês) após um pedido do Ministério da Saúde.

Aproximadamente seis meninos ou meninas entre 10 e 23 anos dão entrada diariamente nos setores de urgência dos hospitais do país após ter consumido álcool em demasia. Em 2005, eram apenas cinco jovens por dia, totalizando 1.900. Atualmente, segundo os dados recolhidos entre 2006 e 2007, já são 2.100 crianças e adolescentes. Sessenta por centro dos casos são de meninos e homens jovens.

A intoxicação alcoólica entre as meninas são diagnosticadas com mais frequência nas idades de 14 a 15 anos. Entre os meninos, o problema ocorre de forma mais comum nas idades de 18 a 19 anos. Nas faixas etárias acima, a tendência é de queda.

As estatísticas mostraram que o fenômeno dos abusos extremos no consumo de álcool ocorre geralmente pouco antes de a pessoa entrar na vida adulta. Como mostra o questionário de saúde de 2007, são potencialmente os jovens entre 21 e 22 anos que bebem pontualmente. "Tudo mostra que os jovens, dos quais muitos têm pouca experiência no consumo da bebida, não conhecem seus limites e assumem mais riscos de se intoxicar", esclarece Matthias Wicki, autor do estudo e pesquisador do ISPA.

Dependência aos 14 anos

Entre 2006 e 2007 foram diagnosticados por ano 540 crianças e adolescentes (340 homens e 200 mulheres) como dependentes de álcool. Quanto mais elevada a idade, mais se observa o fenômeno do alcoolismo. Os primeiros casos chegam a surgir já na idade de 14 anos.

Segundo o ISPA, as estatísticas não refletem inteiramente as dimensões do problema. O estudo leva apenas em consideração as pessoas que foram internadas nos hospitais. Já jovens alcoolizados levados para casa pela polícia, tratamentos em consultórios médicos, tratamentos em casa ou em centros de aconselhamento para toxicômanos ficaram fora da pesquisa.

swissinfo com agências

Estatísticas sobre o alcoolismo

- Acomete de 10% a 12% da população mundial e 11,2% dos brasileiros que vivem nas 107 maiores cidades do país.

- A incidência de alcoolismo é maior entre os homens do que entre as mulheres;
a incidência é maior entre os mais jovens, especialmente na faixa etária dos 18 aos 29 anos, declinando com a idade.

- A álcool é responsável por cerca de 60% dos acidentes de trânsito e aparece em 70% das causas das mortes violentas.

- De acordo com a última pesquisa realizada pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) entre estudantes do 1º e 2º graus de dez capitais brasileiras, as bebidas alcoólicas são consumidas por mais de 65% dos entrevistados, estando bem à frente do tabaco. Dentre esses, 50% iniciaram o uso entre os 10 e 12 anos de idade. (Fonte: Wikipédia em português)

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×