Navigation

Serviço civil é cada vez mais popular entre os jovens

No final de 2017, a Suíça tinha cerca de 48.000 pessoas servindo no corpo de proteção civil do exército - 4.000 a mais do que no ano anterior.

Este conteúdo foi publicado em 02. março 2018 - 09:21
SRF/swissinfo.ch
Muitos dos novos recrutas preferem trabalhar com crianças ou idosos do que servir as forças armadas. © KEYSTONE / CHRISTIAN BEUTLER


O número de dias de serviço também foi de 1,8 milhões, ou seja, 100 mil a mais do que em 2016, anunciou a central do serviço civil na quarta-feira.

Quase 75% desse tempo foi gasto em serviços sociais e de saúde. Cerca de 10% foram destinados a tarefas ambientais e de conservação, e o restante foi gasto em empregos relacionados à educação, cultura, agricultura e emergências. Essa distribuição de atribuições foi semelhante à do ano anterior, mas houve mais cursos oferecidos - especialmente relacionados à assistência à infância.

+ Como funciona o serviço militar na Suíça?

No entanto, para garantir que existam soldados suficientes nas forças armadas, o governo suíço quer tornar o serviço civil menos atraente. Em novembro passado, o Conselho Federal solicitou ao Departamento de Assuntos Econômicos que elaborasse medidas para reduzir o número de permissões concedidas para os recrutas optarem pelo serviço civil em vez do militar.

Um esboço das medidas é esperado para o próximo outono (setembro/outubro).

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.