Perspectivas suíças em 10 idiomas

TV pública suíça examina novos casos internos de assédio sexual

protesto contra assédio
O jornal suíço de língua francesa Le Temps revelou, há algumas semanas, citando fontes anônimas, que perseguição e assédio sexual são correntes há anos no canal RTS. Keystone / Laurent Gillieron

A Sociedade Suíça de Televisão e Radiodifusão (SRG/SSR, empresa-mãe da swissinfo.ch) lançou uma investigação independente sobre assédio sexual na emissora pública suíça de língua francesa, RTS, na sequência de casos relatados na mídia. A emissora pública de língua italiana também abriu um inquérito separado para denúncias.

Em 25 de novembro, o braço da televisão pública suíça de língua italiana, RSI, anunciou que havia iniciado uma investigação por um órgão externo sobre queixas de bullying, assédio sexual e invasão de privacidade. Até essa data, o sindicato dos funcionários da mídia SSM no cantão do Ticino havia recebido 32 reclamações de funcionários da RSI.

A notícia vem na esteira de uma investigação anterior sobre a RTS anunciada em 4 de novembro pela diretoria da SRG/SSR. O objetivo dessa investigação é estabelecer a cadeia de responsabilidade na RTS para casos de assédio sexual. Dois executivos da RTS acusados foram suspensos.
 

Mostrar mais

Mostrar mais

Mulheres vão às ruas contra o assédio

Este conteúdo foi publicado em Elas estão fartas de comentários sexistas e de receber assobios ou buzinadas quando passam. Elas também não querem mais temer passar por lugares ermos quando estão treinando. Clémence Gallopin, 22 anos, e Juliette Radi, 25, decidiram lançar uma iniciativa para reivindicar o direito de praticar esportes, onde e quando quiserem, e com qualquer roupa. “Estamos…

ler mais Mulheres vão às ruas contra o assédio

Referindo-se às suspensões, a diretoria da RTS disse ter tomado essas “medidas concretas e imediatas” após reunir-se com um representante do Sindicato Suíço dos Trabalhadores de Mídia, que exigiu ação imediata contra o assédio sexual e o bullying.

A direção da RTS escreveu aos funcionários, dizendo que estava ciente de que muitas pessoas não haviam sido ouvidas e que lamentava profundamente este fato.

A SRG/SSR condenou o assédio “nos termos mais fortes” e lamentou que os funcionários da empresa tivessem sido submetidos a tal comportamento, segundo uma declaraçãoLink externo de 4 de novembro. 

A diretoria também adotou providências para melhorar o sistema de denúncia de casos de assédio. A investigação independente visa avaliar e melhorar as ferramentas existentes disponíveis para os funcionários em toda a empresa para tais casos.

A estrela cai em desgraça

Em 31 de outubro, o jornal suíço de língua francesa Le Temps revelou, citando fontes anônimas, que há anos havia perseguição e assédio sexual na RTS. Três funcionários foram acusados, incluindo o ex-apresentador de televisão, estrela da casa, Darius Rochebin. Ele negou as acusações.

A direção e os gerentes de pessoal da RTS tinham feito vista grossa, informou o jornal.

“Cometemos um erro”, disse o diretor geral da SRG/SSR, Gilles Marchand, em uma entrevista ao Le TempsLink externo. Marchand, que era diretor da RTS quando um executivo foi acusado de assédio sexual em 2014, admitiu que a investigação não tinha sido suficientemente abrangente.

swissinfo.ch/ets

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos
Imagem

Mostrar mais

Gel suíço pode curar embriaguez

Este conteúdo foi publicado em Um gel recém-desenvolvido composto de proteínas de soro de leite decompõe o álcool no corpo e pode reduzir seus efeitos nocivos e intoxicantes em humanos.

ler mais Gel suíço pode curar embriaguez
bondinho

Mostrar mais

Bondinhos suíços bombaram no inverno 2023-2024

Este conteúdo foi publicado em Na temporada de inverno até o final de abril de 2024, as operadoras de bondinhos e teleféricos transportaram 3% mais visitantes em comparação com o inverno anterior e 5% a mais do que a média de cinco anos.

ler mais Bondinhos suíços bombaram no inverno 2023-2024
rio

Mostrar mais

Suíça investirá 1 bi para evitar enchentes no Reno

Este conteúdo foi publicado em Como parte de um acordo internacional com a Áustria, o governo suíço quer investir CHF 1 bilhão (US$ 1,1 bilhão) em medidas de proteção contra enchentes ao longo do Reno nas próximas três décadas.

ler mais Suíça investirá 1 bi para evitar enchentes no Reno

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR