Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Produtor de canábis fez greve de fome

Bernard Rappaz em sua plantação, antes de ser preso, em novembro

(Keystone Archive)

O Parlamento vai votar brevemente a legalização da maconha mas um dos maiores produtores do país precisou fazer dois meses e meio de greve de fome para ser liberarado da prisão preventiva.

Natural da região do Valais, sudoeste da Suíça, o agricultor Bernard Rappaz foi preso em novembro do ano passado, depois da polícia ter encontrado 50 toneladas de maconha estocadas em sua propriedade.

Rentável para os agricultores

O cultivo de espécies de canábis de baixa toxicidade é permitido na Suíça. Utilizada principalmente na produção de óleo e têxteis, essa cultura é tida inclusive como alternativa para aumentar a rentabilidade da agricultura.

Rappaz é acusado de vender outras drogas, além de artigos derivados da canábis, e foi libertado sexta-feira, 25, depois de dois meses e meio de greve de fome na prisão.

Ícone da legalização

O caso teve grande destaque na imprensa suíça. Primeiro porque Rappaz é velho defensor da liberalização da maconha e essa não foi a primeira vez que esteve preso. Mas, sobretudo porque ele e muitos outros acabaram tendo razão porque o consumo está prestes a ser descriminado na Suíça.

Motivos para a legalização

O projeto de lei sobre descriminação do consumo das drogas leves praticamente não teve oposição e será enviado brevemente ao Parlamento. Na defesa do projeto, o governo afirma que a repressão fracassou e que a lei precisa se adaptar à realidade.

Estima-se que 700 mil pessoas na Suíça consomem maconha regularmente e que o consumo moderado da substância não causa maiores danos à saúde como o tabaco e o álcool.

Preocupações do governo

Sensível às preocupações dos países vizinhos, o projeto estabeleceu restrições:

- não será permitido nenhum tipo de publicidade ligada ao consumo de canábis;
- a venda acontecerá em alguns estabelecimentos autorizados, em pequenas quantidades, e somente para maiores de 18 anos.

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×