Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LIMA (Reuters) - A promotoria peruana fez buscas nesta quinta-feira em dois locais do partido opositor da ex-candidata presidencial Keiko Fujimori, que domina o Congresso, em meio a uma extensa investigação de lavagem de dinheiro e subornos da Odebrecht.

A operação foi autorizada pelo juiz Richard Concepción Carhuancho, que há alguns dias ordenou a detenção preventiva de quatro empresários importantes, informou o Poder Judiciário no Twitter.

A promotoria investiga Keiko Fujimori, filha do ex-presidente que está na prisão Alberto Fujimori, por suposta lavagem de dinheiro depois de ser acusada de receber dinheiro da Odebrecht para financiar sua campanha eleitoral de 2011.

A filha mais velha de Fujimori, cujo partido Fuerza Popular controla o Congresso, nega as acusações.

(Por Marco Aquino)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters