Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Reação européia contra ataque ao cigarro

Cigarro mata 4 milhões de pessoas por ano

(Keystone)

Na mídia de 17 países europeus, inclusive Suíça, aparecem desde sexta-feira, 19 de maio, anúncios pela liberdade de propaganda de tabaco. O alvo é projeto da UE de proibir publicidade do fumo até 2003. O cigarro mata 4 milhões de pessoas por ano, diz OMS.

A reação veio do Conselho Europeu de Editores (EPC) numa tentativa de defender fonte de faturamento: propaganda de tabaco e bebidas alcoólicas representa para eles quase 20 por cento dos lucros líquidos.

A Suíça participa ativamente do movimento. Um dos grandes grupos de imprensa do país, Ringier, vai também apontar suas baterias contra o projeto de proibição; projeto que ridiculariza com este anúncio: "ninguém ficou bêbado olhando uma publicade de cerveja".

O "lobby" anti-tabaco tem se reforçado na Europa, sem chegar ao extremo do que acontece nos Estados Unidos. Mas a União Européia tem em mira donos de TV, rádios e jornais. Visa proibir a propaganda do fumo.

Na Suíça, a publicidade de cigarro já é muito limitada. Só existe na rua e no cinema. Está proibida nos jornais e na TV.

Há 7 anos, o povo suíço rejeitou por ampla maioria projeto de interdição da anúncios de álcool e tabaco. Mas o país - situado no centro da União Européia - está consciente das repercussões de eventuais medidas tomadas pelo grupo.

Por outro lado, industriais europeus receiam um efeito de bola de neve. Como realçou o presidente do Conselho Europeu de Editores, Francisco Balsemão, estaria também na mira da UE a publicidade de alimentos gordurosos e carros potentes.

A propósito, a Suécia quer ir mais longe em outro domínio. Quando presidir esse grupo dos 15 no primeiro semestre do ano que vem, pretende interditar na União Européia a publicidade destinada a crianças.

Resta que especialistas lembram que cigarros e bebidas alcoólicas geram 18 por cento dos lucros líquidos da imprensa escrita na Europa e mesmo 40 por cento se se levar em conta apenas as revistas.

Por outro lado, segundo estatísticas da Organização Mundial de Saúde, anualmente o cigarro mata 4 milhões de pessoas em conseqüência de câncer, bronquite, enfisema e problemas cardiovasculares. No mundo há 1.2 bilhão de fumantes.

swissinfo com agências.


Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.