Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Relógios e máquinas lideram exportações

(swissinfo.ch)

Relógios, máquinas, produtos eletrônicos e químicos são os principais ítens na pauta das exportações suíças, em particular para os Estados Unidos. Na última década caíram as vendas à União Européia (61%), o principal cliente. Caíram também no Brasil. Mas nos EUA subiram de 8 a 11%. É o que revelam estatísticas da Administração Federal de Alfândegas, na quinta-feira, 9/8.

A União Européia (UE) é de longe o principal área de exportação para a indústria suíça, representando praticamente dois terços do mercado. Entre os 15 países do bloco, a Alemanha é o maior cliente.

Na última década as exportações para a UE diminuíram de 4 pontos percentuais, passando de 65% em 1990 a 61% em 2001, segundo cifras publicadas no final do primeiro semestre, pela Administração de Alfândegas.

Exportações para o Brasil diminuem

Com a conjuntura favorável nos Estados Unidos na última década, ocorreu fenômeno contrário. As cifras de 1989 que giravam em torno de 8% passaram a 11% neste ano.

Em outro mercado importante, o Japão, a situação praticamente não mudou, No período, as exportações passaram de 9,5 a 9,4%.

A queda é mais nítida em países emergentes como Brasil, México, Cingapura e Coréia do Sul. O auge foi atingido em 1996 e 1997, com 11,8% do total. Neste ano caíram dois pontos percentuais.

swissinfo com agências.

×