Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Relações fronteiriças O pacote da Alemanha

Gailingen am Hochrhein, um vilarejo nas proximidades de Schaffhausen sem grandes atrações turísticas. Vez ou outra um turista perdido, veículos em trânsito e a movimentação constante na alfândega, especialmente de suíços à procura de bons preços do outro lado da fronteira. Muitos deles vão ao depósito de Daniela Restle e Matthes Mitgau, onde estão guardados pacotes de todos os tipos. 

Daniela Restle oferece para clientes suíços um endereço alemão para a entrega de mercadorias encomendadas no país. Há três anos ela começou esse negócio em um quarto. Hoje, ela e seu parceiro alugam um depósito inteiro. A razão do seu negócio está nas tarifas alfandegárias: para os clientes suíços é mais barato encomendar algo na Alemanha e buscar lá mesmo a mercadoria do que se ela fosse enviada diretamente à Suíça. Além das tarifas elevadas, os trâmites burocráticos costumam ser bastante complicados.

Para cada pacote que Daniela Restle guarda, ela cobra entre dois e sete euros segundo o tamanho do volume. As diferenças de câmbio entre os dois países fizeram seu negócio aumentar ainda mais. Hoje existem outras empresas ao longo da fronteira oferecendo os mesmos serviços. (Fotos e texto: Fabian Stamm). 

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.