Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Irene Klotz
CABO CANAVERAL, Flórida (Reuters) - O ônibus espacial Atlantis com seis astronautas a bordo foi lançado nesta segunda-feira do Centro Espacial Kennedy na Flórida, carregado de peças de reposição. Esse é um dos últimos voos para a Estação Espacial Internacional antes de as naves espaciais se aposentarem em 2010.
O quinto e último voo do ano da Nasa começou às 17h28 (horário de Brasília), quando os dois foguetes de lançamento do Atlantis foram acionados para enviar a nave de 24 anos ao espaço em meio a um céu parcialmente nublado. O acoplamento está previsto para quarta-feira.
O Atlantis leva cerca de 13.610 quilos de equipamentos. É um volume grande demais para ser transportado pelas naves de carga russas, europeias e japonesas que vão manter a estação abastecida de alimentos, combustível e outros suprimentos depois de os ônibus espaciais serem aposentados.
Depois da missão do Atlantis, que deve durar 11 dias, a Nasa planeja outros cinco voos para completar a construção e os reparos da Estação Espacial Internacional.
A Nasa pretende encerrar no próximo ano o programa de ônibus espaciais, lançado há 30 anos, em função de preocupações de longa data com a segurança e os custos ligados à manutenção e os voos do Atlantis e dos outros dois ônibus espaciais, Discovery e Endeavour.
O programa de ônibus espaciais custa à Nasa cerca de 5 bilhões de dólares por ano e já provocou a morte de 14 astronautas. A primeira tripulação de sete astronautas morreu em acidente ocorrido durante o lançamento de um ônibus em 1986, e a segunda morreu durante tentativa de aterrissagem em 2003, devido a uma falha no escudo antitérmico do aparelho.
A agência espacial norte-americana vem trabalhando para substituir os ônibus espaciais por uma espaçonave capsular, parcialmente reutilizável, chamada Orion, para levar tripulantes para a Lua e outros destinos no sistema solar, além de para a estação espacial, que orbita a Terra a 360 quilômetros de altitude.
Projeto de 100 bilhões de dólares que reúne 16 países e está em construção há mais de uma década, a estação está prevista para ficar pronta em 2010. Após a missão do Atlantis, faltarão outras cinco missões para concluir a construção e o equipamento da estação.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters